Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


23/09/2014

Primavera começa com temperaturas mais elevadas por causa do El Niño

Foto ilustrativa - Google

A primavera, estação do ano na qual se inicia o período das temperaturas em elevação no país, começou oficialmente nesta segunda-feira (21), às 23h29, e vai até o dia 21 de dezembro. O aumento da temperatura também ocorre com a possível chegada do fenômeno El Niño, que é caracterizado pelo aquecimento das águas do Oceano Pacífico.

Para a pesquisadora do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Marlene Leal, essa possível chegada do El Niño é um condição normal para que ocorra aumento gradual da temperatura. “A iminência do fenômeno El Niño é uma condição normal para o aumento gradativo da temperatura. Esta é uma época de bastante umidade relativa [do ar] ao longo dos dias e pode trazer um pouco mais de chuva”, disse.

O El Niño deste ano deve ser fraco a moderado, segundo ela, pois no Brasil ocorre uma diferença quando se trata das chuvas da época. A meteorologista disse que a frequência das chuvas é maior na Região Sul, e ocorre menos chuva na Região Nordeste, enquanto nas demais regiões a pluviometria é mais indeterminada.

Marlene lembra que nos primeiros dias da primavera é normal termos condições de tempo parecidas com o inverno. “No início, vamos ter condições de tempo lembrando um pouco o inverno, com massas de ar atingindo o Rio de Janeiro e causando quedas bruscas na temperatura. No decorrer da estação teremos clima mais típico de verão, com chuvas no fim da tarde”, disse a meteorologista.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, a tendência é de temperaturas um pouco mais altas, de acordo com os mapas do Inmet. A média para o mês de outubro fica entre 29° e 30º Celsius (°C) no Rio de Janeiro, e vai aumentando nos próximos meses, chegando a 32º e 33º. Já em relação às chuvas, o acúmulo e o índice serão maiores a partir de outubro, porém não devem suprir a quantidade necessária de água nos reservatórios do Sudeste.

As características da primavera deste ano não representam motivos de preocupação, no entender de Marlene. A meteorologista avaliou que “para quem mora no Rio, as chuvas e o aumento da temperatura não prejudicam. Estamos monitorando as frentes frias e as áreas de instabilidade, mas ainda não temos nada, no momento, com previsão para chuvas fortes”.

A primavera é a estação marcada pelo reflorescimento da flora, que costuma trazer chuvas fortes, com clima quente durante o dia e fresco à noite. Como os dias são mais longos que as noites, algumas regiões mais ao Sul do país adotam, por determinação do governo federal, o horário de verão, adiantando o relógio em uma hora. Este ano, o horário brasileiro de verão começa à meia-noite do dia 19 de outubro e vai até dia 15 de fevereiro de 2015. (Fonte: Agência Brasil)


Fonte: Ambiente Brasil



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

12/12/2019 às 16:26

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1249 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey