Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


27/04/2015

Jundiaí vai plantar 14 mil árvores em parque

Projeto prevê recuperação de 8,5 hectares (85 mil m²) de área no parque ainda sem arborização.

Luciano Oliveira, funcionário do Parque da Cidade, participará do plantio das mudas (Foto: Ag. Bom Dia).

Ao iniciar o plantio de 14 mil mudas de árvores nativas e zoocóricas no Parque da Cidade, Jundiaí dá um passo importante para a criação de corredores ecológicos. Em 20 anos a expectativa é de cidade ganhar um pulmão verde em seu perímetro urbano.

O projeto prevê recuperação de 8,5 hectares (85 mil m²) de área no parque ainda sem arborização. E conforme publicado na “Imprensa Oficial” de 15 de abril, ao todo, o projeto prevê o plantio de 40 mil mudas nos próximos anos.

O valor total do contrato financiado pela Caixa é de R$ 486 mil. A empresa vencedora, Lucy’s Jardinagem e Paisagismo, ficou encarregada do plantio das árvores e há uma orientação do viveiro da prefeitura.

Serão plantadas mudas de açoita cavalo, dedaleiro, pau brasil, paineira, cedros, araribás, angicos, embiruçus, jequitibás e coloridos ipês. Em março, o local recebeu material orgânico retirado da represa de abastecimento após uma limpeza de rotina.

Ao todo cem caminhões com 16 m³ de vegetais cada um foram espalhados no terreno. “Antes não tínhamos nada ali, mas com a decomposição do material criou-se condições para que as primeiras vegetações começassem a brotar”, afirma a engenheira agrônoma Maria Carolina Dutra e Simões.

Caminho verde

Ela explica que os corredores estão em áreas onde fragmentos florestais ou unidades de conservação foram separados pela interferência humana. O projeto repara esse tipo de ação.

A construção da represa, que hoje garante o abastecimento de toda a cidade, foi feita com terra retirada de onde começou a ser reflorestado.

O que para muitos é apenas um local deserto no fundo do Parque da Cidade, ao lado da rodovia Vereador Geraldo Dias, será transformado em habitat de insetos a animais.

Maria Carolina diz que 30% das 80 espécies de árvores que serão plantadas são zoocóricas, que atraem aves e animais porque seus frutos ao caírem no chão servem de alimentos para várias espécies e podem gerar também novas árvores com dispersão de sementes.

Segundo o gerente do Parque da Cidade, o biólogo Marco Antonio Chanchencow, a médio prazo, a fauna será recuperada e interligada no parque. “Com os corredores os animais transitarão com mais facilidade.”

A floresta trará aos animais a combinação apropriada de recursos (alimento e abrigo) e ambientais para a reprodução. E como produtora de oxigênio e futuro local de lazer no parque.

Junto com o plantio das mudas vem a construção de duas bacias de contenção [na própria região do parque] que captarão água de chuva e irrigarão o terreno. “Essas bacias também evitam que a enxurrada atinja a represa”, disse Marco Antonio.


Fonte: Diário de São Paulo



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

22/07/2019 às 20:08

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1137 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey