Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


29/04/2015

Pesquisas com pragas florestais serão desenvolvidas em novas instalações

Voltada para o controle biológico das pragas, iniciativa é desenvolvida por uma parceria entre a Embrapas Meio Ambiente e Florestas e a Universidade Federal de Viçosa.

A motivação foi a necessidade de estudos para o controle biológico do psilídeo - de - concha.

Foram inauguradas neste mês as obras de reforma e ampliação do Laboratório de Controle Biológico de Pragas Florestais da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp de Botucatu. A estrutura teve sua área física aumentada de 120 para 225 metros quadrados.

O Laboratório foi inaugurado em 2004, por meio de uma ação cooperativa de empresas florestais integrantes do Programa Cooperativo de Proteção Florestal (Protef), vinculado ao Instituto de Estudos e Pesquisas Florestais (IPEF), a partir de um projeto elaborado pela equipe do professor Carlos Frederico Wilcken. A motivação foi a necessidade de estudos para o controle biológico do psilídeo-de-concha, praga surgida no ano anterior, que causou bastante apreensão no setor florestal brasileiro. Após a construção, o laboratório foi doado à FCA pelas empresas financiadoras.

Em 2008, duas novas pragas de eucalipto foram detectadas: o percevejo bronzeado e a vespa-de-galha. Em 2009, por sugestão das empresas do setor, houve a criação de um projeto cooperativo voltado para o manejo de pragas exóticas de eucalipto. Voltado para o controle biológico das pragas, a iniciativa tem a parceria das Embrapas Meio Ambiente e Florestas e da Universidade Federal de Viçosa.

Desde a sua inauguração, várias teses e dissertações foram geradas tendo o Laboratório como base. Até que em 2012, a equipe do professor Wilcken apresentou ao Protef um projeto de ampliação para que houvesse melhores condições para o desenvolvimento das pesquisas.

Dentre as instalações ampliadas estão salas para pesquisas com controle microbiano, voltadas para o estudo de inseticidas biológicos a base de bactérias e de fungos. Uma sala de criação foi estruturada observando todas as normas para receber insetos em quarentenas. “Futuramente, pretendemos solicitar o credenciamento junto ao Ministério da Agricultura para que possamos fazer a quarentena das pragas aqui mesmo”, relata o professor Wilcken.

A nova estrutura vai permitir que a FCA continue trabalhando para auxiliar na resolução de demandas do setor produtivo, inclusive fortalecendo parcerias com o exterior. “Com essa ampliação, estamos introduzindo o inimigo natural da vespa-de-galha, importado da África do Sul, através da parceria com instituições da África do Sul e da Austrália”, explica o professor. “Estamos inseridos num projeto que nos oferece uma maneira de trabalhar com países do hemisfério sul, que têm condições mais parecidas com as brasileiras. Já tivemos estudantes indo para a Austrália, recebemos pesquisadores de lá e, em breve, teremos aqui visitantes da África do Sul. Além de fortalecer nossas pesquisas, essas iniciativas atendem a política de internacionalização da Unesp”.

Alguns dos parceiros da FCA atestaram a importância da nova estrutura. “No que diz respeito a pragas florestais esses é um dos laboratórios mais bem montados do país. Ele atende a duas vertentes: a resolução de problemas que surgem nas empresas, às vezes urgentes, e mais importante que isso, a formação de recursos humanos desde alunos de graduação a pós-graduação”, afirma Luiz Ernesto George Barrichelo, diretor executivo do IPEF.

Para Bianca Vique Fernandes, da Vallourec Florestal, a ampliação do Laboratório reflete a evolução do Protef. “Essa estrutura vem agregar bastante ao Programa. Quanto mais investimos, mais temos acesso a resultados em termos de trabalhos de mestrado e doutorado, o que aumenta o conhecimento técnico e científico da área de proteção florestal, não só para as empresas, mas para o Brasil como um todo”.

O professor João Carlos Cury Saad, diretor da FCA, agradeceu os benefícios trazidos pela parceria o IPEF. “É um modelo muito interessante, que resolve problemas do setor produtivo, gera recursos humanos, contribui com a infraestrutura e, acima de tudo, gera pesquisa e forma cientistas. Em nome da Faculdade, agradeço essa colaboração”.

A inauguração também contou com a presença da professora Sílvia Renata Wilcken, chefe do Departamento de Proteção Florestal da FCA, e de participantes da reunião geral do Protef, realizada na FCA na mesma data. O evento congregou estudantes, pesquisadores e representantes das empresas florestais para discutir as atividades dos diferentes projetos do IPEF. Na ocasião, houve um espaço para apresentações dos trabalhos desenvolvidos por alunos do Programa de Pós-Graduação em Proteção de Plantas da FCA.


Fonte: Portal Universidade



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

21/10/2019 às 11:43

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1411 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey