Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


06/05/2015

Emater-MG e municípios desenvolvem ações para preservação de nascentes

Plantio de mudas ajuda no combate à erosão e ao assoreamento

Foto do plantio de mudas em Cabeceira Grande - Foto: Emater MG

A Emater-MG está atuando em parceria com diversas prefeituras em Minas Gerais no plantio de mudas para a preservação de nascentes de rios e córregos. O trabalho é uma ação de combate à erosão e assoreamento que prejudica a vazão dos cursos d'água.

Um exemplo vem de Seritinga, município da Zona da Mata mineira. A Emater-MG e a prefeitura, com o apoio de diversos parceiros, promoveram o plantio de mudas nativas ao redor da nascente do principal córrego que abastece a área urbana do município. No total foram plantadas 105 mudas de dez espécies diferentes. As plantas foram doadas pela empresa RMS Logística e o plantio foi realizado por alunos das redes de ensino municipal e estadual. Setenta estudantes participaram da ação, que aconteceu no final de março, e que faz parte do projeto “Protegendo nascentes, pensando no futuro”.

A iniciativa tem como objetivo proteger a nascente do córrego. “Além de evitar a erosão causada pela chuva e o assoreamento da nascente, as árvores são importantes para facilitar a infiltração de água no solo, que manterá o lençol freático mais estável”, diz o técnico Eduardo Mendes.

Por causa da estiagem dos últimos meses, o córrego, que é a principal fonte de abastecimento da área urbana do município, teve o seu volume de água reduzido em cerca de 50%. Isso motivou o plantio de mudas. Há também a intenção de se plantar mudas de árvores nativas ao longo de todo o córrego. A expectativa é que essas ações possam preservar o córrego e contribuir para o aumento de seu volume de água.

Educação ambiental
Além da preservação ambiental, o local onde foram plantadas as mudas nativas em Seritinga servirá como uma unidade demonstrativa. A área será utilizada para orientar e conscientizar jovens e produtores sobre a necessidade de cuidados com o meio ambiente. “Com esse trabalho de conscientização, nós estamos pensando no futuro. Queremos evitar que falte água”, afirma o técnico da Emater-MG, Aldair Carvalho.

Noroeste de MG
O plantio de mudas também é uma ação do escritório local da Emater-MG em Cabeceira Grande, no Noroeste de Minas. Cerca de 500 mudas nativas de 20 espécies diferentes foram plantadas na nascente do córrego Cabeceira Grande.

“O córrego é responsável pelo fornecimento de água que abastece o município. A ação foi necessária em função da crise hídrica que a cidade enfrentou no ano passado. Aumentando e protegendo a área verde em torno da nascente, consequentemente a capacidade de infiltração de água nos próximos anos também irá aumentar de maneira significativa”, diz a extensionista Lucélia Silva Santos de Queiroz.

As mudas foram adquiridas por meio de parceria entre a Emater-MG, Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Serviço Municipal de Saneamento de Cabeceira Grande (Sanecab) e o Instituto Estadual de Florestas. No total foram adquiridas 3 mil mudas. O restante das plantas foi doado para  agricultores familiares. A ideia é promover a recuperação de áreas degradadas nas propriedades rurais. A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria de Meio Ambiente de Cabeceira Grande e Emater-MG. O plantio foi realizado pela rede de ensino municipal e o Sanecab.


Fonte: Assessoria de Comunicação da Emater-MG Sebastião Avelar



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

08/12/2019 às 22:01

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1081 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey