Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


06/05/2015

Estudo do TECHS evidencia distintas estratégias de captura de luz pelos clones de eucalipto

Imagens da pesquisa
Desde o início de 2013, o engenheiro florestal Eduardo Moré de Mattos (Esalq/USP) vêm conduzindo seu projeto de mestrado na área do Programa Cooperativo sobre Tolerância de Eucalyptus Clonais ao Estresse Hídrico, Térmico e Biótico (TECHS) na empresa Duratex, em Buri (SP). Este ensaio foi planejado para agregar os 18 clones do programa, possibilitando o estudo concomitante dos padrões de captura e conversão da radiação solar destes materiais genéticos. Dentre as diversas características dos clones, a arquitetura das copas chama a atenção por serem bem distintas. Porém mais do que diferenciar os clones, ela é peça chave no processo de interceptação da radiação pelo dossel. Os clones selecionados conseguiram capturar grande parte da variabilidade existente neste gênero, com padrões verticais a horizontal de inclinação foliar (ângulos foliares médios variando entre 30° e 80°) em formatos de copa mais cônicos a mais elipsoidais. Outro indicativo importante da arquitetura de copa é o índice de área foliar (IAF), que neste estudo variou entre 1,5 e 2,7 para o clone de menor IAF, e entre 4,0 e 5,5 para o clone de maior IAF (valores registrados pelo equipamento LAI- 2000). Os valores máximos de IAF em cada clone foram registrados aos dois anos, sem grandes distinções entre materiais genéticos. Porém quando determinado de maneira destrutiva, o IAF variou entre 3,0 a 6,0, revelando uma tendência de subestimação destes valores por parte do aparelho. Estas diferenças podem ser atribuídas ao grau de agrupamento da folhagem, revelando as diferenças em termos da densidade de área foliar. Na comparação abaixo podemos observar o impacto causado no processo de interceptação da radiação. Assim, os clones capturaram entre 60 a 95% da radiação incidente na região. Com esta quantidade de radiação interceptada, os clones tiveram um Incremento Corrente Anual entre 50 a 100 m³ ha-1 ano-1, resultando em uma eficiência de uso da luz entre 0,9 a 2,0 gramas de madeira por MJ de radiação interceptada, revelando a alta capacidade destes clones em converter energia solar em biomassa. Para o prof. José Luiz Stape (NCSU), orientador da dissertação de mestrado, “a quantificação da variabilidade entre clones da captura de luz e da eficiência do uso da luz, em condições semelhantes, para os 18 principais clones brasileiros de eucalipto, é o primeiro passo na busca de utilizar os conhecimentos ecofisiológicos nos programas de melhoramento genético, genomicamente assistidos ou não”.


Fonte: IPEF - Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

07/12/2019 às 21:22

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1392 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey