Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


15/02/2016

Autorização para limpeza de pastagem visa combater o desmatamento, alega Sema

Foto: Edson Rodrigues/Secom-MT - Arquivo 2008
A exigência da 'Declaração de Limpeza' de áreas em imóveis rurais antes do início da atividade visa monitorar as atividades para combater o desmatamento ilegal. A afirmação é da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema). Na última semana a Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) publicou nota declarando ser um 'retrocesso' tal ação.

A Acrimat emitiu nota de repúdio ao Decreto nº 420, de 05 de fevereiro de 2016, que dispõe sobre Cadastro Ambiental Rural (CAR) e o Programa de Regularização Ambiental. Na ocasião a Associação considerou um retrocesso o fato de que os pecuaristas mato-grossense terão que pedir autorização para a Sema para a realizar a limpeza das pastagens, algo que não era necessário até então, conforme o Decreto nº 2.151, de 12 de fevereiro de 2014.

Leia mais:
Acrimat diz que pedir autorização da Sema para limpar pastagens é retrocesso

De acordo com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, a exigência da Declaração de Limpeza, além de atender ao Decreto nº 420, é um dos compromissos firmados pelo Governo de Mato Grosso durante a Conferência do Clima (COP 21) de Paris, o ano passado, no qual o Estado comprometeu-se zerar o desmatamento ilegal até 2020. 

Em nota publicada neste domingo, 14 de fevereiro, a Sema destaca que ainda no início desta semana uma Instrução Normativa, que define os procedimentos administrativos para a realização de limpeza de áreas em imóveis rurais de Mato Grosso, será publicada.

Confira nota da Secretaria de Estado de Meio Ambiente:

"A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) publicará no início desta semana uma Instrução Normativa que define procedimentos administrativos para a realização de limpeza de áreas em imóveis rurais de Mato Grosso. Essa instrução dispensa qualquer autorização junto ao órgão ambiental estadual, tornando obrigatório apenas que o proprietário ou possuidor do imóvel rural protocole a ‘Declaração de Limpeza’ antes do início da atividade, no endereço eletrônico da Sema (http://www.sema.mt.gov.br), para fins de monitoramento e eventual fiscalização.

A exigência da Declaração de Limpeza considera o compromisso firmado na Conferência do Clima (COP 21) de Paris, em que o Governo do Estado se comprometeu a zerar o desmatamento ilegal até o ano de 2020. Também atende o Decreto nº 420, de 5 de fevereiro deste ano, que dispõe sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR) e a Regularização Ambiental dos imóveis rurais, implantando o Programa de Regularização Ambiental (PRA).

Considerando o artigo 71 do decreto, há a necessidade de disciplinar os procedimentos administrativos para a realização de limpeza de áreas em imóveis rurais, com objetivo de esclarecer e conferir segurança jurídica aos produtores rurais de Mato Grosso. Entre os requisitos para realizar a declaração estão: possuir inscrição no Cadastro Ambiental Rural (CAR) e Autorização Provisória de Funcionamento (APF). A dispensa da autorização não exime o proprietário ou possuidor das exigências legais quanto à preservação do meio ambiente."


Fonte: Olhar Direto - Agro Olhar



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

22/10/2019 às 17:28

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1296 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey