Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


25/05/2010

Redd Pode Reduzir Desmatamento na Amazônia em 50%, Diz Pesquisa

Previsão até 2019 considera investimento de cerca de R$ 11,1 bi. Segundo estudo, maiores beneficiados seriam grandes proprietários.

O desmatamento na Amazônia brasileira entre 2008 e 2019 poderia ser reduzido pela metade se fossem investidos cerca de US$ 6 bilhões (R$ 11,1 bilhões) em serviços de Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação, conhecidos como Redd, considerando o valor atual do preço do carbono por tonelada, que é de cerca de US$ 3 (R$ 5,5).

 Entenda o que é Redd

 A estimativa é resultado do estudo Pagamentos Diretos para a Conservação na Região Amazônica Brasileira - Implicações do Alcance e da Participação, publicado há cerca de um mês por pesquisadores alemães e brasileiros do Centro Internacional de Pesquisa Florestal (Cifor, na sigla em inglês), do Centro Mundial Agroflorestal e da Universidade Federal do Pará (Ufpa).

 Siga o Globo Amazônia no Twitter

 De acordo com Jan Börner, um dos autores da pesquisa, a previsão considera apenas o potencial econômico dos pagamentos por serviços ambientais. "O potencial é grande, mas depende de regularizar a questão fundiária porque, para implementar pagamentos por Redd, existe a condição de ter direito exclusivo da terra, o que só ocorre em 25% dos casos", diz ele.

 A pesquisa também simulou como seria feita a distribuição de renda em diferentes aplicações de Redd na Amazônia brasileira. "O serviço pode pagar um valor para todos ou, por exemplo, quem tem mais floresta poderia receber mais do que quem tem floresta degradada", diz Börner.

 Levando em conta a questão financeira, a conclusão da pesquisa foi de que os pagamentos por serviços ambientais, se começassem a ser implantados agora, beneficiariam sobretudo grandes proprietários. Para os pesquisadores, grandes poprietários têm mais de 100 hectares de terras e suas áreas desmatadas são, geralmente, maiores do que 20 hectares. São eles, segundo a pesquisa, os responsáveis por 80% do desmatamento nos últimos anos.

Börner destaca o Programa Terra Legal, vinculado ao Ministério de Desenvolvimento Agrário, como uma forma pragmática de resolver a questão fundiária de pequenas propriedades. "Mas o problema é maior para desmatamentos em grande escala, que muitas vezes acontecem em terras griladas e em função de poderosos interesses econômicos", diz o pesquisador.

 Por meio de um sistema na internet, ainda em fase de teste, os pesquisadores permitem que qualquer um possa calcular que investimentos seriam necessários para preservar determinadas áreas na floresta. Para saber isso, basta entrar no site de apoio da pesquisa e selecionar a área direto em um mapa.


Fonte: Globo Amazônia



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

10/08/2020 às 04:37

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2437 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey