Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


11/06/2010

ONU Espera Verba de Empresas Para Acordo Climático

O desenho de uma arquitetura climática financeira vem sendo debatido por representantes de 185 países reunidos em Bonn para a primeira rodada de negociação de conteúdo do acordo climático depois da conferência de Copenhague.

O desenho de uma arquitetura climática financeira vem sendo debatido por representantes de 185 países reunidos em Bonn para a primeira rodada de negociação de conteúdo do acordo climático depois da conferência de Copenhague. Na mesa não há nenhuma proposta de dinheiro. O que está em discussão é o sistema de governança dos recursos, suas fontes e seu destino. Mas já está claro que recursos privados serão fundamentais para fechar a conta.

Segundo representantes do grupo de trabalho de alto nível criado há alguns meses pelo secretário geral da ONU, Ban Ki-moon, há oito possibilidades de financiamento; seis públicas e duas privadas.

Os recursos públicos seriam alimentados pelo leilão de licenças para emitir (papéis que existem hoje nos países ricos que adotam o Protocolo de Kyoto), taxas na emissão de carbono, taxas no transporte internacional aéreo e marítimo, taxas sobre movimentações financeiras e recursos do Tesouro. Os privados viriam basicamente do mercado de carbono. O relatório do grupo de trabalho, conhecido pela sigla AGF (Advisory Group on Climate Change Financing), deve estar terminado em outubro.

O AGF é visto com ressalva por membros do G-77, o grupo dos países em desenvolvimento mais a China. Principalmente por quem, em dezembro, não concordou com o acordo de Copenhague. A tensão ainda está no ar. A representante da delegação da Venezuela questionou a legitimidade do relatório que ainda nem está pronto. "Qual a legitimidade se este grupo surgiu dentro do espírito do acordo de Copenhague?" perguntou. "Então, isto é para alguns países, não para todos." O delegado russo falou no mesmo tom.

"Este é um grupo de aconselhamento, não de decisão", esclareceu o norueguês Kjetil Lund, membro do painel. "Quando, por exemplo, recomendamos que os recursos têm que ser adicionais, não vamos definir o que isso significa porque este é um debate político, que não é o nosso papel, mas do foro de negociadores", disse Frank Schroeder, outro membro do AGF. Participam do grupo políticos, chefes de Estado e representantes da sociedade civil convidados pela ONU.

A questão levantada pela Venezuela tem ligação com a decisão dos EUA de apenas dar recursos de adaptação ou mitigação aos países que assinaram o acordo de Copenhague. "Desta forma, sabemos se estão de acordo com as regras" disse Jonathan Pershing, o chefe da delegação dos EUA em Bonn.

Para mais informaçõesclique aqui.


Fonte: FAEMG



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

23/10/2019 às 21:10

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1841 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey