Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


12/08/2010

Indústrias acreditam que preço da celulose vai estabilizar

O preço de referência da celulose, que esta em US$ 920 por tonelada, caiu para US$ 870 nos principais mercados.

O preço de referência da celulose, que esta em US$ 920 por tonelada, caiu para US$ 870 nos principais mercados. Mas, essa redução de US$ 50 por tonelada no preço-lista da celulose, implementado pelas principais produtoras mundiais, não vai significar o início de um ciclo de queda do preço do produto, segundo previsão das principais empresas do setor, como Suzano Papel e Celulose, Fibria e Cenibar.

A queda começou com a redução de preços da Commodity na América do Norte, foi seguido pela Arauco e pela brasileira Fibria. Ontem, foi a Suzano Papel e Celulose também informar a redução no preço de seu produto.

A surpresa por parte dos produtores decorreu do nível de estoques mundiais, que estão em 25 dias de consumo, um índice considerado baixo ante a média histórica de 33 dias deste mercado. Para efeito de comparação, a queda dos preços durante a crise ocorreu depois de a estocagem alcançar o equivalente a 60 dias de consumo.

De acordo com o presidente da Suzano, Antônio Maciel Neto, essa foi a primeira vez em quatro anos e meio em que está na empresa que viu os preços caírem ao mesmo tempo que os estoques recuam no mercado internacional.

Já o assessor da presidência da Cenibra, Jedaias Jorge Salum, acredita que os preços deverão manter-se nesse patamar até o fim do ano. Para ele, a recuperação se mostrou bem forte até o mês passado, tanto que os preços alcançaram US$ 850 por tonelada na China.

Essa expectativa de relativa estabilidade no preço da celulose de mercado é partilhada pela CNPC. Para o diretor comercial da companhia, Sérgio Killp, a perspectiva para os próximos meses, depois desse período de manutenção dos valores, é de alta. Para ele, a correção do preço de referência foi justa e o valor fixado deverá se manter por algum tempo. O diretor ainda acredita que daqui a alguns meses, o viés se torne de alta, pois há a perspectiva da retomada de compra de celulose por parte dos chineses..

Para a presidente da Associação Brasileira da Indústria de Celulose e Papel (Bracelpa), Elizabeth de Carvalhaes, não existe um cenário de volatilidade, mas um equilíbrio entre a oferta e demanda global de celulose. Em sua avaliação, o retorno das operações de importantes produtores do Chile normalizou a oferta do insumo, e, consequentemente, os preços começaram a se acomodar. Ao mesmo tempo, continuou ela, em nota, as vendas para Europa e Estados Unidos vêm registrando retomada em relação ao período pré-crise, e dessa forma a tendência é de que os preços se mantenham nos patamares atuais durante todo o ano.
 


Fonte: DCI - Adaptado por Painel Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

04/04/2020 às 13:16

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1575 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey