Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


11/11/2010

Palmeira juçara é tema de evento em Antonina

O Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) promove nos dias 25 e 26, em Antonina, litoral do estado, uma oficina técnica para discutir a produção, comercialização e divulgação dos produtos da palmeira juçara – como o açaí.

O evento é dirigido a produtores, técnicos ligados ao aconselhamento de agricultores e a atividades relacionadas com a proteção ambiental e estudantes da área de ciências agrárias. As inscrições estão abertas e podem ser feitas na página do instituto (www.iapar.br) ou pelo telefone (43) 3376-2343. Não há custo, mas as vagas são limitadas. 

Para o coordenador da oficina, Francisco Paulo Chaimsohn, a realização do encontro surge da necessidade de reunir profissionais que atuam em prefeituras, universidades, centros de pesquisa e indústrias processadoras de palmito nas regiões litorâneas do Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Espírito Santo. 

Chaimsohn afirma que é viável explorar economicamente a palmeira juçara e, ainda, obter os benefícios da conservação das florestas nativas com a geração de renda para as comunidades rurais na área de abrangência da Mata Atlântica. 

Mas a atividade enfrenta alguns temas polêmicos, que serão debatidos na oficina. Ainda não há, por exemplo, uma lei para regulamentar a produção e processamento dos frutos de juçara. “É preciso compatibilizar o grande apelo comercial que envolve o crescente consumo do suco de frutos de açaí com a necessidade de preservar uma espécie que tem um papel fundamental na ecologia das áreas de Mata Atlântica”, afirma o pesquisador. 

A realização do evento resulta de parceria que envolve Iapar, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Universidade Federal do Paraná (UFPR), Sebrae-PR, Emater-PR, Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Embrapa Florestas, Associação dos Pequenos Produtores Rurais e Artesanais de Antonina (Aspran), Prefeitura de Antonina e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). 

SERVIÇO 

Oficina interestadual sobre legislação, comercialização e marketing para exploração de frutos da palmeira juçara. 

Local: Teatro Municipal de Antonina-PR. 

Data: 25 e 26 de novembro. 

Inscrições: pela intertnet (www.iapar.br) ou telefone (43) 3376-2343, sem custo. Vagas limitadas. 

Contatos com o pesquisador Francisco Paulo Chaimsohn pelo telefone (42) 3229-2829 (Ponta Grossa) ou e-mail chaimsohn@iapar.br.


Fonte: Governo do Paraná



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

23/10/2019 às 22:07

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


3780 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey