Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


15/11/2010

Empresas criam central de negócios para a indústria da madeira

O sistema não é novo. Algumas empresas do ramo supermercadista em Santa Catarina, por exemplo, aderiram à proposta e já apresentam em três anos de trabalho conjunto excelentes resultados.

Assim, o setor madeireiro das regiões da Serra Catarinense e Alto Vale do Itajaí também decidiram juntar forças na efetivação de transações comerciais, com o objetivo evoluírem no mercado interno, no que tange à compra e a venda de matéria-prima. Outra intenção é garantir qualidade e a redução de custos operacionais da madeira destinada à construção civil.

As discussões em torno do assunto iniciaram há pouco mais de um ano sob a coordenação do Sindimadeira de Lages, na busca de alternativas para a junção de um grupo que tivesse interesse em criar uma central de negócios. O respaldo de organização e consultoria será dado pelo SEBRAE/SC. A formalização do acordo foi firmada na tarde desta última quarta-feira (10), em Agronômica, no Alto Vale do Itajaí, onde 28 empresas assinaram contrato com o órgão, que a partir de agora vai coordenar todos os passos de constituição da futura Central de Negócios, através de um cronograma de reuniões já estabelecido. Além disso fizeram visitação em uma empresa local.

Para os empresários participantes do novo sistema organizacional de negócios, a união dos madeireiros tende a elevar a capacidade de aquisição de matéria-prima e outros insumos; aumentar a competitividade e ainda se beneficiar com o efeito da multiplicação dos negócios sem risco para as empresas; o que não acontece quando se trabalha isoladamente.

 

Ainda segundo eles, a partir de agora, começa um processo de treinamento, mas que, em menos de um ano dará ao grupo de investidores maior visibilidade no mercado como fortes empreendedores e com capacidade de entrega ou compra de grandes volumes de produtos. “Estamos certos de que em breve vamos conseguir dar sustentação no atendimento de pedidos, através de um efeito de cooperação e multiplicação totalmente gerenciado pelo grupo ligado à Central de Negócios, além garantir espaço no mercado com empresas viáveis e com retorno econômico”, asseguram.


Fonte: Paulo Chagas-Para Agência São Joaquim Online



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (2)


WILLIAM CARVALHO FERREIRA (O Homem da Selva) disse:

13/01/2011 às 19:27

Acredito piamente que vamos conseguir desenvolver na mais ampla pleneitude os projetos voltados para o setor primário, em específico o madereiro e não madereiro em nossa região (Amazonas). Os primeiros passos já foram dados(parte burocrática). Agora estamos aguandando a implantação e execução do que outrora foi meticulosamente e pacientemente planejado ao longo de 04 anos, para a melhoria da quaqlidade de vida das mais de 170 famílias que serão beneficiadas pelo Projeto de Assentamento Floresta/PAF-RIO IÇÁ, com a contrução de moradias e realização de Planos de Manejo Sustentável (Madeira e Peixe), gerando emprego, renda, valorização do produto, etc...resgatando assim a auto estima, a dignidade e o orgulho de poder bradar ao mundo e dizer que somos amazonenses e estamos felizes de viver em uma pátria que nos valoriza, acredita e nos apoia na construção de um novo modelo de desenvolvimento sustentável, provando que é possível juntarmos o homem com progresso e a natureza, basta um bom gerenciamento das ações e força de vontade das autoridades competentes. Aqui vai umas dicas para as lideraças em geral: Ponha DEUS a frente de todos os seus projetos, agora sem hipocrisia...se dedique a causa e não se deixe abater pelos obstáculos durante a caminhada, as vezes eles são muitos! Mas seja perseverante, pois um fruto não se colhe logo que o plantamos...alguns levam meses, outros muitos anos para nos dar o sabor suculento da colheita. AGRADECIMENTOS: A Deus, ao INCRA, na pessoa da Dra. MARIA DO SOCORRO - Superintendente Regional/AM, entre outras entidades parceiras no projeto PAF.
William C. Ferreira - Presidente da Federação dos Manejadores Florestais Sustentável da Meso Região do alto solimões e Secretário da Associação MANEJO IÇAENSE - Santo Antonio do Içá -AM/Brasil CONTACTO: william_manejo@hotmail.com/novajweradigital@gmail.com

Alysson Ferreira Magalhães disse:

15/11/2010 às 22:26

Parabenizo a iniciativa de buscar um meio de nos fortalecer cada vez mais,atravéz de grupos organizados, podemos ganhar força e abrir novos orizontes para o mercado do setor madereiro.
Sou presidente de um assentamento do INCRA denominado PAF RIO IÇÁ-AM-Projeto de Assentamento Florestal no Amazonas, estamos em fase de legalização com uma àrea de 38 mil equitáries,estamos com um potêncial bem grande de madeira de varias espécies como o anjelim,ipê,maracatiara e etc.. e estamos dependendo de um convênio entre o INCRA e o IMPA para elaboração do plano de manejo na àrea,é o segundo projeto nesse porte no brasil.
Quero deixar o meu comentário e ao mesmo tempo divulgar nossas ações aqui no amazonas,gostaria de saber se vão abrir espaços para outras empresas de outros estados ou só as empresas Catarinenses e do Alto Vale do Itajaí vão poder participar dessa vitória e avanço,acredito que se podermos ramificar, podemos romper barreiras e fazer um inter-câmbio de nossos produtos e matéria-prima.UM FORTE ABRAÇO E FIQUEM COM DEUS!

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


3453 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey