Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


02/02/2009

Venezuela se junta ao Brasil contra o CCS

Em um documento submetido às Nações Unidas, a Venezuela alega que a tecnologia de captura e armazenamento de carbono (CCS) ainda é muito nova e precisa de mais pesquisas para poder gerar créditos de carbono sob o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo.

Projeto de captura e armazenamento de CO2 pela Petrobrás.

Em um documento submetido às Nações Unidas, a Venezuela alega que a tecnologia de captura e armazenamento de carbono (CCS) ainda é muito nova e precisa de mais pesquisas para poder gerar créditos de carbono sob o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo.

A ONU já permite que os países que armazenam o dióxido de carbono (CO2) no subsolo descontem estas emissões evitadas das suas metas sob o Protocolo de Quioto, mas muitos países, como o Brasil e a Venezuela, são contra aceitar a tecnologia como uma atividade de projeto do MDL.

Os opositores do CCS alegam que existem grandes riscos no armazenamento do CO2 no subsolo, principalmente relacionados ao vazamento do gás. Além disso, segundo a Point Carbon, questões como fronteiras do projeto, passivos a longo prazo e a permanência são algumas questões ainda sem resolução apontadas pelo governo brasileiro como preocupantes.

 A tecnologia de CCS ainda está em fase de pesquisas e já é apresentada por muitos países como uma das soluções mais importantes para a redução das emissões de CO2. Entre os defensores da inclusão do CCS no MDL estão a União Européia, o Japão, a Noruega e a China.


Fonte: Point Carbon/CarbonoBrasil



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

24/06/2019 às 15:28

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1945 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey