Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


20/06/2011

Ministro da Agricultura recua e rejeita anistia a desmatadores

Wagner Rossi defende punição a quem derrubou vegetação nativa

Wagner Rossi, ministro da Agricultura

O ministro da Agricultura, Wagner Rossi (PMDB), disse nesta sexta-feira (17) ser contrário à concessão de anistia, pelo novo Código Florestal, a agricultores que tenham feito desmatamento. A posição, divulgada nesta sexta, durante o lançamento do Plano de Safra em Ribeirão Preto, foi um recuo em relação à posição anteriror, quando ele defendia que o Código Florestal não anistiava ninguém.

"É preciso separar o produtor que desmatou quando a lei permitia para plantar, daquele que desmatou criminosamente. A este, a lei não tem que dar anistia", disse o ministro.

Com isso, Rossi adota uma postura de alinhamento com a posição da presidente Dilma Rousseff (PT), que foi contrária à anistia para os agricultores que desmataram anteriormente a 2008.

O ministro admitiu que o texto do Código Florestal contém exageros. "É importante a posição da presidente, que teve uma postura de controlar os arrojos que acabaram ocorrento durante a discussão do novo texto", disse.

Desmatadores

Dilma afirmou nesta sexta, durante entrevista coletiva após a cerimônia de lançamento do Plano Safra, que o governo e a sociedade brasileira não vão permitir que os desmatadors ilegais não sejam punidos.

A presidente negou que o encontro com os agricultores fosse uma forma de "fazer as pazes" com os ruralistas depois da derrota do governo na votação do Código Florestal, na Câmara Federal, no início do mês.

"Eu tenho a certeza de que os ruralistas que estavam aqui [no evento] são produtores e não tem nenhum desmatador [entre eles]. O governo não vai admitir que os desmatadores não sejam punidos", disse Dilma.

A presidente também afirmou que, caso perdoasse os desmatadores, o país seria cobrado internacionalmente e que seria prejudicial aos próprios agricultores serem apontados como responsáveis.


Fonte: A Cidade citado por Painel Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

21/10/2019 às 11:15

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1684 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey