Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


24/11/2011

Setor madeireiro de Ribas do Rio Pardo quer parcerias comerciais com Três Lagoas

Em reunião com empresas consumidoras, serão apresentadas propostas do APL de Madeira e Derivados

 Na próxima terça-feira (29/11) os integrantes e parceiros do projeto de consolidação do APL (Arranjo Produtivo Local) de Madeira e Derivados de Ribas do Rio Pardo estarão reunidos com representantes do setor produtivo industrial de Três Lagoas. O objetivo é apresentar o projeto e os produtos de Ribas do Rio Pardo, e oferecer às empresas do município vizinho boas oportunidades de negócios. A Prefeitura de Três Lagoas também confirmou presença na reunião.

Na pauta, estão itens como os negócios à base de produtos com base na madeira (Paletes, madeira desdobrada, energia, etc) e potenciais parcerias e oportunidades que podem ser geradas pelo APL, entre as empresas fornecedoras de madeira de Ribas do Rio Pardo e empresas consumidoras de produtos com base na madeira de Três Lagoas. 
 
A iniciativa foi proposta para abrir um canal de negociação entre as empresas dos dois municípios, permitindo a análise de viabilidade de redução de custos e qualidade e agilidade no fornecimento de madeira sólida para as empresas que necessitam deste material nas indústrias em diferentes formatos. O projeto está sendo executado pela Meneguzzo Consultoria Ltda.
 
A reunião será dia 29 de novembro, das 8h30 às 13h, no Auditório Industrial da Fibria, em Três Lagoas. São parceiros/apoiadores do APL a Prefeitura Municipal de Ribas do Rio Pardo, a Fibria, Instituto Votorantim, Reflore/MS, Meneguzzo Consultoria, empresas de beneficiamento de madeira e assentamentos rurais do Município de Ribas do Rio Pardo.
 
A Painel Florestal também é parceira do projeto, numa iniciativa pioneira de participação de uma empresa de comunicação na consolidação de um cluster de desenvolvimento baseado em florestas sustentáveis.
 


Fonte: portaldoagronegocio.com.br



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (1)


Gilson de Souza Cazaes disse:

09/02/2012 às 11:30

Fiquei muito interessado pelo assunto, pois possuo uma área em processo de regularização para manejo florestal no Amazonas e tenho muito desejo de negociar com compradores nacionais, pricipalmente do estado de Minas Gerai - o meu estado de nascimento, pelos excelentes preços da madeira beneficiada nesse importante estado da nossa federação.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1759 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey