Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


11/03/2013

Influência de variáveis econômicas em modelos de regulação florestal

Dissertação de Mestrado defendida no Departamento de Engenharia Florestal da UFV pelo Engenheiro Florestal Kaio Henrique Adame de Carvalho sobre modelos de regulação florestal e a aplicação de programação linear para sua resolução.

Tela do programa utilizado no estudo
A pesquisa operacional é uma importante ferramenta de tomada de decisão e de planejamento da produção florestal. Assim, o trabalho teve por objetivo analisar a influência de diferentes variáveis nos modelos de regulação florestal. O sistema utilizado para a resolução dos problemas foi RPF (Regulação da Produção Florestal), analisando a influência da taxa de juros e do preço da madeira nos modelos de regulação, a influência de diferentes funções objetivo e comparações a parâmetro econômicos, a influência da utilização de curvas de custos de colheita, e por último, a influência de diferentes horizontes de planejamento nos modelos de regulação florestal. Como resultados teve-se que o programa Regulação da Produção Florestal (RPF) mostrou-se bastante eficiente para a resolução de modelos regulação utilizando o modelo I de programação linear, sendo gratuito, versátil e fácil de usar. O método de maximização do VPL foi mais influenciado pelo preço da madeira quando comparado a taxa de juros. Os métodos de maximização foram os mais dispendiosos, com maior área de corte anual e produção e menor idade de corte e produtividade. Os métodos de minimização foram eficientes para reduzir custos, sendo recomendado o uso dos dois. A utilização da curva de colheita reduziu custos e a área de corte anual, já a curva de transporte influenciou apenas nos custos. O horizonte de planejamento ideal para os métodos de minimização foi de 16 anos, enquanto para os métodos de maximização não foi encontrado um ideal no presente estudo.

Orientação e Banca
Orientador: Márcio Lopes da Silva
Membros da banca: Márcio Leles Romarco de Oliveira; Carlos Antonio Álvares Soares Ribeiro e Hélio Garcia Leite
Para acesso à dissertação completa, acessar o link:
http://www.tede.ufv.br/tedesimplificado/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=4238




Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

15/11/2019 às 03:11

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2334 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey