Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


17/11/2010

Carregamento record mundial de ferro gusa será batido por empresas brasileiras no MA

No dia 21 deste mês, chegará a São Luís o navio graneleiro MV Agility, que será carregado com 140 mil toneladas da commodity produzida pelas siderúrgicas maranhenses Viena, Gusa Nordeste, Margusa e Fergumar, além da paraense Sidepar.

O CPSL (Complexo Portuário de São Luís) vai realizar um embarque que vai bater o record mundial de carregamento de ferro-gusa na próxima semana. No dia 21 deste mês, chegará a São Luís o navio graneleiro MV Agility, que será carregado com 140 mil toneladas da commodity produzida pelas siderúrgicas maranhenses Viena, Gusa Nordeste, Margusa e Fergumar, além da paraense Sidepar.

É a primeira vez que empresas brasileiras contratam, para este tipo de operação, um navio deste porte, que tem o dobro da capacidade da classe panamax, utilizados geralmente nas exportações para os Estados Unidos. Neste sentido, as siderúrgicas do Sistema Norte realizam o maior embarque de ferro-gusa já registrado no mundo em um único navio dessa tonelagem.

"Esse é um marco importante para o setor, pois saímos de um patamar de embarque de 70 mil toneladas para o dobro disso, o que nos torna mais competitivos no mercado asiático de ferro-gusa, barateando consideravelmente nosso frete marítimo", acredita Rodrigo Valladares, diretor da Viena Siderúrgica, uma das empresas exportadoras.

A previsão é de que o navio chegue à Baía de São Marcos - MA no fim da próxima semana, provavelmente no domingo (21), e atraque no berço 105 do Porto do Itaqui também no MA, que é arrendado à mineradora Vale e denominado de Píer II. Estima-se que a operação de embarque seja encerrada até dia 27.

"O embarque vai baratear significativamente nossos custos de frete graças, ao apoio que estamos tendo da Vale, já que um navio dessas proporções só conseguiria atracar no píer da companhia", ressalta o presidente do Sifema (Sindicato das Indústrias de Ferro-Gusa do Estado do Maranhão), Cláudio Azevedo.

O embarque recorde de ferro-gusa para o mercado asiático é mais um indicativo do esforço das empresas do Sistema Norte em se recuperarem de um intenso período de crise vivido desde 2008. "Acreditamos que, com utilização de navios desse porte no transporte de ferro-gusa, as empresas voltam a disputar os mercados internacionais, especialmente o asiático, em condições de competitividade", espera Cláudio Azevedo.


Fonte: Sindicarv



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

21/10/2019 às 23:38

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1547 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey