Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


04/05/2015

Celulose Irani apresenta EBITDA ajustado de R$ 43,7 milhões no 1T15, 39,2% superior em relação ao do 1T14

Foto Ilustrativa do Google

Porto Alegre, 30 de abril de 2015 – A Celulose Irani entra no primeiro trimestre de 2015 com resultados consistentes, mesmo diante de um cenário econômico desafiador. No trimestre, o EBITDA ajustado totalizou R$ 43,7 milhões, o que representa um avanço de 39,2% em relação ao 1T14, com margem de 23,9%, demostrando a boa performance operacional alcançada no período. O resultado é fruto do volume de vendas do segmento de Embalagem de Papelão Ondulado, que ficou estável quando comparado ao mesmo período do ano anterior, combinado com melhor comportamento dos custos.

O segmento de Resinas apresentou aumento de 27,8% no volume de vendas no 1T15 na comparação com o 1T14 e encerrou o período com 2,8 mil toneladas. Em contrapartida, o segmento de Papel para Embalagens, apresentou redução de 11,1%, somando 17,7 mil toneladas na comparação do 1T15 com o 1T14. Nos três primeiros meses do ano, a receita líquida cresceu, 1,6% em relação ao mesmo período de 2014, e alcançou R$ 182,7 milhões.

O resultado reflete a boa performance das operações no período devido ao controle de custos e pelos  aumentos de preços, especialmente dos produtos exportados. Os preços dos produtos exportados foram ajudados pelo dólar mais forte. O lucro bruto registrado no período foi de R$ 55,3 milhões, 28,3% superior ao 1T14, sendo a redução de custos e a melhoria das margens, os principais fatores do incremento.

A relação dívida líquida/EBITDA foi de 4,37 vezes em março de 2015, impactada pela valorização do dólar. A posição de caixa ao fim do 1T15 foi de R$ 99,6 milhões e 79% da dívida está no longo prazo.

Receita por segmento – O segmento de Embalagem de Papelão Ondulado (PO) – principal segmento de atuação da Celulose Irani - foi responsável por 66% da receita líquida consolidada do primeiro trimestre, seguido pelos segmentos de Papel para Embalagens e Florestal RS e Resinas, com 25% e 9%, respectivamente. O principal mercado é o doméstico brasileiro, que representou 83% do total da receita líquida, já as exportações atingiram R$ 30,3 milhões, um aumento de 16,9% em comparação ao 1T14, reflexo da valorização do dólar no período. O principal destino foi a Europa, concentrando 43% da receita de exportação.

Resultado Líquido – Nos primeiros três meses do ano, o resultado líquido foi de R$ 3,1 milhões positivos, em comparação a R$ 3,2 milhões negativos do 1T14. Nos últimos doze meses o resultado líquido soma R$ 62,9 milhões comparado à R$ 60,6 milhões no mesmo período do ano anterior.

Sobre a Celulose Irani - Fundada em 1941 e controlada desde 1994 pelo Grupo Habitasul, tradicional Grupo Empresarial da Região Sul do País, a Celulose Irani é hoje uma das líderes do setor de Embalagens de Papelão Ondulado no Brasil, além de ser referência no setor de Papel para Embalagens (rígidas e flexíveis).

Com produção integrada, florestas próprias, energia autogerada e máquinas e equipamentos constantemente atualizados, a IRANI produz papéis para embalagens, chapas e embalagens de papelão ondulado, resinas de pinus, breu e terebintina, assegurando o fornecimento de produtos de matéria-prima renovável com alta qualidade e competitividade.

Em outubro de 2013, a IRANI realizou um aumento em seu capital social, no qual a Indústria de Papel e Papelão São Roberto S.A., tradicional empresa do setor, passou a integrar suas operações, como subsidiária, reforçando seu posicionamento estratégico nos negócios de Papel para Embalagens e Embalagem de Papelão Ondulado. Em dezembro de 2014, a São Roberto foi incorporada pela IRANI.

Desde então, a Celulose Irani possui seis unidades de negócios: Papel para Embalagens – Vargem Bonita (SC) e Santa Luzia (MG), Embalagem PO – Vargem Bonita (SC), Indaiatuba e São Paulo (SP) e Resinas – Balneário Pinhal (RS), além de florestas em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, e escritórios em Porto Alegre (RS) e Joaçaba (SC). Empresas controladas pela IRANI: Habitasul Florestal S.A., HGE – Geração de Energia Sustentável S.A. e Irani Geração de Energia Sustentável Ltda (que estão em fase pré-operacional) em Porto Alegre (RS) e Iraflor Comércio de Madeiras Ltda em Vargem Bonita (SC).

Mais informações: 

MSLGROUP Espalhe 
facebook.com/espalhe
Adriana Cardoso – adriana.cardoso@espalhe.inf.br - (11) 5105-2240
Raquel Bertani – raquel.bertani@espalhe.inf.br – (11) 5105-2258


Fonte: Irani



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

10/07/2020 às 03:55

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1344 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey