Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


03/09/2014

Cursos em silvicultura sustentável vão preparar instrutores do Senar para o uso da árvore nas propriedades

Capacitações tecnológicas fazem parte das ações do Projeto Biomas e vão atender Mata Atlântica e Cerrado

Trecho de Mata Atlântica

Instrutores do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) participam, a partir da próxima semana, da capacitação tecnológica Silvicultura Sustentável, com enfoque direcionado ao uso da árvore dentro do sistema produtivo sustentável e às exigências legais do novo Código Florestal brasileiro.

Os cursos são voltados para os biomas Mata Atlântica e Cerrado e fazem parte das ações do Projeto Biomas, desenvolvido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). A ideia é capacitar tanto técnicos quanto produtores rurais, para que eles possam ter acesso às práticas testadas e aprovadas pelas pesquisas desenvolvidas ao longo do Projeto e, com isso, aplicá-las nas propriedades rurais.

As capacitações têm 72 horas/aula divididas em três módulos e serão ministradas por pesquisadores da Embrapa. A primeira, no bioma Mata Atlântica, acontece em Linhares (ES) no período de 8 a 11 deste mês, com a presença de instrutores do Paraná, Pernambuco e Espírito Santo. No bioma Cerrado, o curso será realizado em Brasília e o primeiro módulo está programado para a semana de 29/09 a 1º/10 com instrutores de Goiás e Mato Grosso do Sul.

Gustavo Curcio é coordenador nacional do Projeto Biomas pela EmbrapaGustavo Curcio é coordenador nacional do Projeto Biomas pela Embrapa

De acordo com o coordenador nacional do Projeto Biomas pela Embrapa, doutor Gustavo Curcio, as capacitações vão difundir o conhecimento científico para os produtores rurais, visando o entendimento dos vários usos da árvore dentro da propriedade.

“Nosso objetivo é mostrar ao produtor a árvore como complemento da propriedade, seja em Áreas de Preservação Permanente - APP, Área de Reserva Legal - ARL, ou mesmo em Áreas de Sistemas Produtivos – ASP. Nosso trabalho, como pesquisador, é gerar resultados, e o Senar será nosso multiplicador por meio de seus instrutores. A entidade vai difundir os resultados das pesquisas usando a prática do instrutor e o entrosamento dele com o produtor rural, facilitando assim, o acesso à informação”, explica.

Os módulos vão tratar do conceito de solos, distribuição da vegetação na paisagem, coleta de sementes, práticas de viveiros, armazenagem, criação de mudas, aplicação da árvore na propriedade, reserva legal, APPs e sistemas produtivos.

Patrícia Machado é coordenadora de Programas e Projetos Especiais do SenarPatrícia Machado é coordenadora de Programas e Projetos Especiais do Senar

Segundo a coordenadora de Programas e Projetos Especiais do Senar, Patrícia Machado, para a entidade, as capacitações são oportunidades de qualificar o instrutor visando enriquecer o conhecimento passado ao produtor rural.

“Preparar o produtor rural para que ele produza com sustentabilidade e respeitando o meio ambiente é uma das missões do Senar. Por isso, quando investimos na qualificação de nossos instrutores, dando a ele acesso as atualizações da área em que atua e às inovações tecnológicas, estamos preparando-os para levar conhecimento pontual e de qualidade ao homem do campo”, avalia.

A capacitação de instrutores nos outros quatro biomas também está prevista, com data a ser agendada posteriormente pelas entidades envolvidas.

Projeto Biomas - O projeto Biomas, oriundo de uma parceria entre a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), é uma iniciativa inédita no Brasil e tem como objetivo identificar formas sustentáveis para viabilizar a propriedade rural brasileira considerando o componente arbóreo em seus sistemas propostos. Os estudos estão sendo desenvolvidos nos seis biomas brasileiros. O Projeto Biomas tem o apoio do Sebrae, Monsanto e John Deere.



Fonte: Senar



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

18/07/2019 às 04:29

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2328 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey