Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


22/10/2009

Degradação é Apontada como uma Fonte Significativa de Gases do Efeito Estufa

A degradação florestal é apontada durante o Congresso Florestal Mundial em Bueno Aires como uma fonte significativa de emissões de gases do efeito estufa (GEEs) e por isso é de suma importância a sua inclusão em um mecanismo de redução das emissões por desmatamento e degradação (REDD).

A degradação florestal é apontada durante o Congresso Florestal Mundial em Bueno Aires como uma fonte significativa de emissões de gases do efeito estufa (GEEs) e por isso é de suma importância a sua inclusão em um mecanismo de redução das emissões por desmatamento e degradação (REDD).

O plano de ação de Bali, em dezembro de 2007, instalou de vez o combate a degradação florestal como um alvo a ser mitigado por um novo acordo climático global que deve entrar em vigor a partir de 2013.

Para Manuel Guariguata, do CIFOR (Center for International Forestry Research), a falta de uma definição clara do que é degradação florestal é um problema sério que deve ser discutido. Segundo ele, a definição dada pela FAO e pela Convenção da Diversidade Biológica limita a capacidade de oferta de bens e serviços e não é operacional. Já o conceito dado pelo IPCC, que gira em torno da quantidade de carbono na floresta, é mais operacional.

Lucio Pedroni, co-fundador do padrão Climate, Community and Biodiversity (CCB) e chefe executivo da empresa Carbon Decisions International lembrou que o conceito de manejo florestal também não está muito bem estabelecido internacionalmente.

Pedroni enfatiza que a degradação florestal é complicada de ser medida, porém as técnicas estão melhorando, e que é um pouco menos importante em relação às mudanças climáticas do que o desmatamento.

Negociações sobre REDD

Em relação às discussões internacionais sobre a arquitetura do REDD, Pedroni defende uma abordagem híbrida, abrangendo tanto mercados como fundos de carbono. Ele acredita que o mecanismo deve ser simples, fugindo da complexidade imposta pelo Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) que até hoje conseguiu aprovar apenas cinco projetos florestais.

“Se o sistema do MDL fosse mais tolerante, talvez tivéssemos mil projetos”.

Ele acredita que o vazamento (quando o desmatamento é deslocado de uma área para a outra) em projetos, em contraposição à uma abordagem nacional, pode ser mitigado através de bons projetos, por exemplo, dando incentivos para as comunidade locais.


Fonte: REMADE



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

28/10/2020 às 14:01

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2093 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey