Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


09/07/2013

Desmate na Amazônia cresce 370% em maio em relação a 2012, diz Inpe

Perda foi de 464,9 km² em 2013; em maio de 2012 houve corte de 98,8 km². Mato Grosso foi o estado que mais derrubou área de vegetação amazônica.

Foto: Google

Dados divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) na última semana apontam alta de aproximadamente 370% no desmatamento da Amazônia Legal em maio deste ano em relação ao mesmo período de 2012.

As informações mostram a perda de 464,9 km² de vegetação no período, área equivalente a 290 parques do Ibirapuera, localizado em São Paulo, ou igual a soma de 25 ilhas de Fernando de Noronha, maior trecho de terra do arquipélago de mesmo nome, que fica na costa de Pernambuco.

No mesmo mês de 2012, o instituto detectou o desmate de 98,85 km².

O levantamento foi feito a partir do sistema de detecção de desmatamento em tempo real do Inpe, o Deter, que usa imagens de satélite para analisar a perda da mata. O Inpe verifica a degradação (desmatamento parcial) e o corte raso (desmatamento total) da floresta, englobando os estados que possuem vegetação amazônica - todos os da Região Norte, além de Mato Grosso e parte do Maranhão.

Ranking
Mato Grosso foi o que mais registrou áreas de floresta devastadas em maio, com a perda de 276,9 km² de vegetação no período. Em abril e março passados, MT já figurava como estado que mais destruiu área de floresta nativa.

O Pará foi o segundo maior desmatador em maio passado, com perda de 134 km² de vegetação. Amazonas, Tocantins, Rondônia e Maranhão também registraram cortes.

De acordo com o Inpe, foi possível visualizar em maio 58% da área da região amazônica. Segundo o instituto, o restante ficou encoberto por nuvens, que impossibilitaram a detecção de desmates.

Controle do desmate
No início de junho, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, divulgou que o desmatamento da Amazônia Legal entre agosto de 2011 e julho de 2012 foi de 4.571 km², menor índice desde que foram iniciadas as medições, em 1988. A área equivale a três vezes o tamanho do município de São Paulo.

O número, proveniente do sistema Prodes (Projeto de Monitoramento do Desflorestamento na Amazônia Legal), é consolidado e foi corrigido em cerca de 2% para baixo em relação ao índice divulgado em novembro do ano passado, quando o governo anunciou um desmatamento de 4.656 km² no bioma.

Com os números, Izabella afirmou que o Brasil já atingiu 76% da sua meta voluntária de redução do desmatamento, que é de chegar a uma área desmatada de 3.925 km² em 2020. Além disso, segundo ela, o país alcançou cerca de 62% da meta total de redução das emissões de gases de efeito estufa.

O compromisso voluntário brasileiro foi apresentado em 2009, na Conferência do Clima das Nações Unidas sobre Mudança Climática, em Copenhague.


Fonte: Do G1, em São Paulo



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

23/07/2019 às 11:07

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1848 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey