Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


13/09/2017

Estratégias para garantir o futuro da Silvicultura

Plano Estratégico Setorial para o setor de silvicultura é apresentado durante reunião da Câmara da Indústria de Base Florestal da FIEMG.


A discussão de um Plano Estratégico Setorial (PES) para o segmento de florestas plantadas em Minas Gerais foi o tema central da reunião da Câmara da Indústria de Base Florestal da FIEMG, no dia 1/09, na sede da Federação. O projeto, desenvolvido pela Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da SEAPA, SEMAD, Codemig, em parecia com a Associação Mineira de Silvicultura (AMS), pretende estruturar uma estratégia de planejamento consolidada para o setor para os próximos 20 anos. 

O PES consiste em um documento que apresentará de forma técnica e robusta, as possibilidades de desenvolvimento do setor e sua cadeia de valor no estado de Minas Gerais para as próximas duas décadas, bem como o planejamento e os meios para atingir esse desenvolvimento, sob a visão alinhada do Estado e do setor produtivo. 

O resultado esperado para a silvicultura será a possibilidade de ampliar o investimento setorial e de sua cadeia produtiva por meio de políticas públicas e normas referenciadas pelo trabalho técnico construído com suporte e prioridade governamentais.

O plano  deverá apresentar a viabilização de um projeto estruturante do Estado que ultrapasse os mandatos dos governantes e que seja, de fato, a representação do interesse público a longo prazo.
A diretora superintendente da AMS, Adriana Maugeri, comentou o panorama atual do segmento. “Minas gerais ainda é o estado líder da silvicultura no país, mas não se sabe até quando. Temos várias dificuldades como problemas de tributação, licenciamento, burocracia e até alguns mitos sobre o setor que não ajudam com o relacionamento perante a sociedade”. 

Ela ainda pontuou sobre o potencial de MG e alertou para algumas medidas para melhorar o desempenho do setor. “Temos uma logística bastante interessante e uma vocação do estado para esse tipo de plantio. Entretanto, não estamos expandido e falta visão de planejamento”, finalizou.
Adriana Maugeri comentou os tópicos base para o trabalho a ser desenvolvido.

“Destacamos desde a necessidade de um incremento da comunicação setorial, assim como questões de simplificação de licenciamento, políticas públicas, segurança jurídica, diversificação de mercado até temas muito caros para a própria FIEMG como o fortalecimento do associativismo,” concluiu. 
Já o presidente da Câmara da Indústria de Base Florestal, Antônio Eduardo Baggio, ressaltou a importância do plano para o setor. “É imprescindível que ações como estas estejam em pauta para a melhoria do desempenho de toda a cadeia do setor. Além do mais, é importantíssimo que isto seja uma iniciativa que transcenda governantes e se consolide como uma política de Estado, não de governo,” salientou o empresário.
 
SJJ_5989.JPG


Fonte: FIEMG



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

22/09/2017 às 14:13

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


71 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey