Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


27/11/2009

Fibria Recebe Multa Ambiental

A Fibria, por meio de sua assessoria de imprensa, confirmou a multa de R$ 270 mil aplicada pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) e que vai ter que investir cerca de R$ 4 milhões para compensar o acidente ambiental que ocorreu na Cidade, no dia 28 de setembro deste ano.

A Fibria, por meio de sua assessoria de imprensa, confirmou a multa de R$ 270 mil aplicada pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) e que vai ter que investir cerca de R$ 4 milhões para compensar o acidente ambiental que ocorreu na Cidade, no dia 28 de setembro deste ano.

Segundo a fiscal ambiental e responsável pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), Délia Villamayor Javorka, o auto de infração e às notificações contra a fábrica de celulose foi emitido no dia 29 do mês outubro.

A Fibria foi obrigada a cumprir quatro exigências do Imasul, entre elas, a implantação do Programa Preventivo de Segurança Comunitária. O projeto prevê a equipagem e capacitação de representantes de setores de meio ambiente, segurança pública, saúde e industrial. O programa consiste em qualificar membros do Corpo de Bombeiros, Samu, Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), Imasul, Defesa Civil e empresas que fazem parte do Plano de Ajuda Mutua (PAM) para lidar com acidentes ambientais semelhantes ao que ocorreu.

Além do programa, a Fibria também terá de implantar uma estação de monitoramento da qualidade do ar em Três Lagoas. A estação, cujo custo pode variar de R$ 3 a R$ 4 milhões, visa fornecer, via internet, análises dos gases presentes na atmosfera. Pela estação, o Imasul terá acesso online da qualidade do ar, identificando o tipo e a quantidade de gases presentes.


Fonte: Jornal do Povo. Adaptado por Celulose Online.



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (1)


CELSO LUIZ ALVES JOSÉ disse:

05/05/2011 às 12:22

No Brasil tudo acontece por impacto....primeiro você espera acontecer para depois tentar fazer ...o melhor....nós Profissionais do ramo das tentativas de se fazer melhor e mais rápido somos pouco valorizados....com esse recurso poderiam ter tomado medidas preventivas de tamanho e representação por um longo tempo anteriormente a tudo isso.

Que bom que as coisas acontecem assim....de uma forma vão utilizar o recurso para outras melhorias...não sei onde mas vão...

abraços

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1709 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey