Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


30/11/2009

Financiamento em Redd Pode Diminuir Desmatamento Global em 25%

Um investimento na ordem de 25 bilhões de euros entre os anos de 2010 e 2015 podem resultar numa redução de 25% no desmatamento de florestas ao redor do mundo, sugere estudo de um Grupo de Trabalho para Financiamento em Redd.

Um investimento na ordem de 25 bilhões de euros entre os anos de 2010 e 2015 podem resultar numa redução de 25% no desmatamento de florestas ao redor do mundo, sugere estudo de um Grupo de Trabalho para Financiamento em Redd.  O documento apresenta propostas para discussão sobre financiamento do mecanismo de Redução de Emissões de Desmatamento e Degradação (Redd ).

Tendo como ponto de partida a necessidade em parar o desmatamento, com base num estudo de Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) que indica que cerca de 13 milhões de hectares de florestas são destruídos anualmente - uma área do tamanho da Inglaterra, o estudo mostra que as mudanças no uso do solo causariam cerca de 17% das emissões globais de gases de efeito estufa.

Segundo ele, sem um mecanismo de Redd , a meta de limitar o aumento da temperatura global será "muito mais difícil, e substancialmente mais caro".  O documento diz que Redd pode trazer reduções significantes nas emissões a um custo razoável, além de colocar na conta os direitos de povos indígenas e comunidades locais.

"Este relatório estima que um financiamento de 15 a 25 bilhões de euros em Redd no período de 2010-2015 pode gerar uma redução de 25% na taxa de desmatamento anual global pode ser atingida", diz o estudo, em livre tradução do inglês.

O documento também levanta princípios e critérios para financiamentos em mecanismos de Redd , e defende a iniciativa de que "todos os países em desenvolvimento que possuem florestas, com taxas altas ou baixas de desmatamento, deveriam ser incentivados a participar do mecanismo para maximizar os impactos e diminuir riscos como, por exemplo, de que emissões evitadas em um país reapareçam em outro".

Segundo o documento, os elementos-chave para um mecanismo eficiente e efetivo poderiam ser preparados para 2010, com base no acordo que será firmado neste final de dezembro, na Conferência do Clima em Copenhague.

Veja o estudo na íntegra:

Report of the informal working group on interim finance for Redd (IWG-IFR)


Fonte: Carbono Brasil. Retirado de Amazonia.org.br



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

19/11/2019 às 21:13

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


931 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey