Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 16

Warning: max() [function.max]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 53

Warning: min() [function.min]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 55
CIFlorestas>>Notícia>>IEF Intensifica Ações de Prevenção a Incêndio em Minas Gerais

Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


23/06/2010

IEF Intensifica Ações de Prevenção a Incêndio em Minas Gerais

Com a chegada do período seco e o aumento do risco de incêndio, o Instituto Estadual de Florestas (IEF) intensificou as ações de vigilância, monitoramento e combate a incêndios florestais no Estado.

 A abertura oficial das atividades técnicas e operacionais da Força Tarefa Previncêncio, em 2010, aconteceu nesta quarta-feira (23), em Curvelo, e serão desenvolvidas de forma intensiva entre os meses de junho e novembro.

No evento, a diretora de Áreas Protegidas do IEF, Nádia Araújo, destacou o trabalho realizado pelo Instituto, por meio do Programa de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais (Previncêndio), nos três últimos anos, que provocou uma redução de 70% nas ocorrências de queimadas no interior de unidades de conservação (UCs) estaduais. “A expectativa é de que, com os investimentos, o IEF consiga reduzir ainda mais o número de incêndios florestais em Minas”, disse. Em 2009 foram registrados 48 incêndios, contra 83, em 2008, e 196, em 2007. Neste ano, foram identificadas quatro ocorrências de incêndios em unidades de conservação e três em áreas do entorno.

Para 2010, o IEF prevê um investimento de R$8 milhões em ações de prevenção e combate a incêndios florestais no Estado, com recursos do Projeto Estruturador Conservação do Cerrado e Recuperação da Mata Atlântica do Governo de Minas, que está sob coordenação do IEF.  Com este montante, o Estado soma um investimento de R$25 milhões nesta atividade, aplicado desde 2005.

Dentre as ações previstas para este ano, a gerente do Previncêndio, Cláudia Melo, destacou a ampliação do trabalho de prevenção e sensibilização das comunidades vizinhas às unidades de conservação. “Esta ação é estratégica porque muitas vezes os incêndios têm inicio pelo uso incorreto do fogo por moradores do entorno das UCs”, explicou. Os técnicos do IEF e do Corpo de Bombeiros Militar já estão promovendo visitas preventivas aos proprietários rurais e moradores do entorno das unidades estaduais para orientar sobre o uso correto do fogo, como fazer queima controlada e aceiros, sem causar danos ao meio ambiente. O trabalho inclui, ainda, fiscalizações nas regiões onde são verificados aumento do número de focos de incêndio.

Outra iniciativa importante é a formação de brigadas voluntárias. Minas Gerais conta atualmente com 4.200 brigadistas, entre guarda-parques e moradores do entorno das unidades de conservação, que foram capacitados pelo IEF no período de 2007 e 2010. “O objetivo é capacitar os voluntários para prestar os primeiros socorros à área atingida por queimadas e para atuarem como multiplicadores das informações sobre a prevenção de queimadas”, pontuou Cláudia Melo. Somente em 2010 já foram realizados 38 cursos de brigadas voluntárias em todo o Estado.

A gerente destacou, ainda, o trabalho da Força-Tarefa do Previncêndio, uma iniciativa pioneira na América Latina, que reúne esforços da Polícia Militar de Minas Gerais, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Civil, Coordenadoria de Defesa Civil, Prefeitura de Curvelo e parceiros da iniciativa privada, com a coordenação do IEF. Criada em 2005 e com base em Curvelo, centro geográfico do Estado, a Força Tarefa possui pessoal, equipamentos e infraestrutura adequados para o monitoramento e combate a incêndio nas unidades estaduais.

A Força Tarefa trabalha com um sistema de recepção de focos de calor via satélite, em tempo real, e conta com cinco helicópteros adaptados para combate a incêndios, nove aviações Air-Tractor, com capacidade para até três mil litros de água, e três aeronaves para monitoramento, apoio operacional e transporte de pessoal.  O Previncêndio conta, ainda, com duas sub-bases, uma em Januária, no Norte de Minas, e outra em Viçosa, na Zona da Mata. A equipe da Força Tarefa também está de prontidão 24 horas por dia para atendimento às ocorrências e denúncias por meio dos telefones 0800 283 2323.


Fonte: Instituto Estadual de Florestas - IEF



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

17/10/2019 às 23:00

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


3629 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey