Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 16

Warning: max() [function.max]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 53

Warning: min() [function.min]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 55
CIFlorestas>>Notícia>>Imazon: Desmatamento, Degradação e Emissões Aumentam na Amazônia em Março de 2010

Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


04/05/2010

Imazon: Desmatamento, Degradação e Emissões Aumentam na Amazônia em Março de 2010

O Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) registrou novamente um aumento na taxa de desmatamento da Amazônia. Segundo o instituto, foram desmatados 76 km2 durante o mês de março de 2010 - um aumento de 35% em comparação com março de 2009.

O Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) registrou novamente um aumento na taxa de desmatamento da Amazônia.  Segundo o instituto, foram desmatados 76 km2 durante o mês de março de 2010 - um aumento de 35% em comparação com março de 2009.  Além disso, foram registrados 220 km2 de degradação florestal - florestas que sofreram intensa exploração, mas não foram completamente desmatadas.

No período que vai de agosto de 2009 a março de 2010 (oito primeiros meses do atual calendário de desmatamento), a Amazônia perdeu mil quilômetros quadrados de florestas, o que representou um aumento de 24% em comparação ao mesmo período do ano passado.

O Imazon também mapeou a quantidade de carbono emitido por esse desmatamento.  O instituto estima que os 76 km2 desmatados em março resultaram numa emissão de 1,3 milhão de toneladas de carbono, com um crescimento de 26% em relação a março de 2009, quando a emissão foi avaliada em 1 milhão de toneladas.

Geografia do desmatamento

Segundo o Imazon, o desmatamento em março de 2010 se concentrou nos Estados de Pará (45%) e Mato Grosso (39%), e a degradação florestal ocorreu principalmente no Pará (87%).  A maior parte do desmatamento e da degradação foi detectada na região nordeste do Pará, entre os municípios de Moju,Tailândia e Rondônia do Pará, e também na zona central de Mato Grosso.

A maioria dos desmatamentos ocorreu em áreas privadas ou de posse (95%), mas também foi observada devastação em assentamentos da reforma agrária (2%) e Unidades de Conservação (4%).

Segundo o Imazon, só foi possível monitorar 37% da Amazônia Legal, já que a maior parte do território estava coberta por nuvens. Como a nebulosidade também foi expressiva no mês de março de 2009, e esteve presente nas mesmas áreas onde nuvens atrapalharam o monitoramento em março deste ano, o Imazon considera que houve aumento real do desmatamento.


Fonte: Amazônia.org.br



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (1)


Anônimo disse:

05/05/2011 às 11:54

bom

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


11190 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey