Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


13/08/2015

Inventário sobre emissões de gases de efeito estufa aponta bons resultados da Eldorado Brasil

Florestas da empresa sequestram carbono da atmosfera e contribuem com equilíbrio do meio ambiente

Unidade da Eldorado Brasil em Três Lagoas (MS)

Alinhada a seu compromisso com uma gestão sustentável, a Eldorado Brasil acaba de publicar os inventários de emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE) dos dois primeiros anos de sua operação (2013 e 2014). Com a iniciativa, a caçula do setor de celulose se antecipa à Política Nacional sobre Mudança Climática (Lei nº 12.187/2009), que entra em vigor em 2020.

“Criar um inventário é o primeiro passo para conhecermos nossas atividades e potenciais de otimização. A mudança climática já é um fato, e, se conhecermos e buscarmos a inovação, teremos o caminho para o desenvolvimento sustentável e perenidade do negócio”, afirma Luciana Bortoluci, gerente de Sustentabilidade da Eldorado.

Durante o levantamento de dados, a empresa de base florestal também estudou seus estoques de carbono, e os resultados demonstram recursos são utilizados de forma eficiente para minimizar os impactos de sua atividade no meio ambiente. Foram contabilizadas as emissões de todas unidades operacionais da Eldorado no Brasil e as remoções de carbono das plantações de eucalipto, bem como as áreas de conservação (APP / RL). “Temos um saldo negativo de emissões, isso quer dizer que sequestramos mais gases do que liberamos”, explica Luciana.

O inventário aponta que, em 2013, a emissão relativa foi de 0,33 toneladas de carbono equivalente por tonelada de celulose produzida (t CO2e/tsa). Em 2014, o índice caiu para 0,28t CO2e/tsa. Para se ter ideia, a média no setor brasileiro de celulose de papel é de 0,35t CO2e/tsa, e a média mundial é de 0,65t CO2e/tsa. “Esses resultados demonstram que, mesmo no início de nossa operação, quando ainda não éramos autossuficientes em energia e estávamos em fase de estabilização, já tínhamos uma gestão diferenciada”, avalia a gerente.

Com a produção do material, a Eldorado também se associou como membro do programa brasileiro do GHG Protocol, trazido ao Brasil pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces) da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

GEE

O inventário foi desenvolvido com base nas diretrizes do GHG Protocol – metodologia de desenvolvida pelo World Resources Institute(WRI) em parceria com o World Business Council for Sustainable Development (WBSCD) – e do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês). Além disso, também foram utilizadas as recomendações da norma ABNT NBR ISO 14064-1 (especificação e orientação a organizações para quantificação e elaboração de relatórios de emissões e remoções de GEE).

Dentro das normas do GHG Protocol, as empresas devem contabilizar suas emissões diretas (escopo 1) e indireta relativas à compra de energias (escopo 2). Além disso, a Eldorado optou por levantar também as emissões dos demais ativos e atividades que possam ser atribuíveis à empresa, mas que não são geridos por ela (escopo 3).

Sobre Eldorado Brasil

A Eldorado Brasil, empresa do Grupo J&F, é uma das principais produtoras mundiais de celulose branqueada de eucalipto, com matéria prima proveniente de florestas plantadas e certificadas. Com dois anos de operação, já tem presença consolidada no mercado internacional e ocupa lugar de destaque no setor, pela adoção de tecnologia de ponta e inovação em toda a cadeia produtiva, o que garante resultados competitivos e sustentáveis. Sua fábrica em Três Lagoas, Mato Grosso do Sul, tem capacidade nominal de produção de celulose de 1,7 milhão de toneladas por ano.


Fonte: Painel Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (1)


bsY4GeQEo1 disse:

15/11/2015 às 05:10

giovana disse:estou he1 25 dias sem comer carne. minha decise3o veio depois de asitissr earthlings/terre1queos e confesso que nas 2 primeiras semanas resistir a 1 mesa com salame italiano ou esfihas de carne da minha me3e (se3o as melhores do planeta) foram as coisas + difedceis. mas resisti e estou ovo-lacto-vegetariana mesmo (VEGANISTA seria algo radical e eu falharia no segundo dia, eu sei). depois das 2 semanas iniciais, juro que ne3o sinto mais nenhuma vontade, ao contre1rio, fico com nojo ao sentir cheiro de hamburguer ou de churrascaria.estou sentindo muito + prazer em me alimentar, sinto + o sabor dos alimentos e (nem imaginava que isso pudesse acontecer, mas)deixei de comer por compulse3o e simplesmente deixei de ser chocf3lotra.ne3o sei pq, mas em mim o efeito foi esse, ale9m da conscieancia tranquila por fazer a minha parte.achei linda a proposta de 1 dia sem carne e vou incentivar os amigos.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1391 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey