Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


10/06/2014

Novo Código Florestal - Oportunidades de negócios geradas pelos 21 milhões de hectares de passivo ambiental

Com o Novo Código Florestal em vigor, as atenções se voltam agora para as oportunidades de negócio geradas pelos 21 milhões de hectares de passivo ambiental que equivalem ao tamanho de quase todo o Estado de São Paulo e precisarão obrigatoriamente ser restaurados com vegetação nativa nas diferentes regiões brasileiras, segundo o Ipea em 2013.

Novo Código Florestal, oportunidades de negócios. (Foto: Fórum De Negócios Na Europa)
Da coleta de sementes à produção de mudas e manutenção de plantios, a cadeia produtiva florestal se movimenta para ocupar nichos e recompor a paisagem. Novos mecanismos de gestão, como a Cota de Reserva Legal, criada para que a floresta excedente de um produtor seja utilizada para compensar o déficit de outra propriedade no mesmo bioma, abrem frentes promissoras de receita e podem agregar valor à terra conservada.

Somente na Região Sudeste, contando com a atual infraestrutura de viveiros de mudas, a adequação de todas as propriedades à lei vai demorar 60 anos e exigirá investimento total de R$ 46 bilhões.

Ao longo desse período, o custo anual para o conserto da paisagem, em torno de R$ 773 milhões, é semelhante ao orçamento do Ministério do Meio Ambiente para 2013. A conta é conservadora, pois considera que apenas 20% do passivo precisará ser reflorestado. A maior parte pode se regenerar naturalmente, sem plantio. Projeta-se a necessidade de 1,5 bilhão de mudas até 2075 com geração de 3,2 milhões de postos de trabalho.

A nova Lei Florestal (12.651/12) foi alvo de muitos debates em torno das perdas e supostos ganhos. A revisão do Código Florestal reduziu em mais da metade a área passível de restauração prevista nas regras anteriores. Mas foram criados instrumentos para a obrigação sair do papel e ser fiscalizada. É o caso do Cadastro Ambiental Rural (CAR), onde todas as propriedades rurais e suas reservas deverão estar registradas, no prazo de dois anos. Será o maior cadastramento ambiental rural do mundo, com 5,4 milhões de propriedades rurais regularizadas e monitoradas em tempo real e milhões de hectares de Áreas de Preservação Permanente (APPs) recompostas.


Fonte: IB Florestas



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

11/11/2019 às 20:38

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2268 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey