Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


28/03/2015

ONG ganha prêmio com projeto de manejo sustentável

WCS Brasil vai receber US$ 150 mil para desenvolver a iniciativa em Corguinho.

Vegetação de Corguinho terá a preservação assegurada.

A organização não governamental WCS Brasil recebeu em Zurique, na Suiça, o prêmio internacional para Manejo Sustentável de Bacias Hidrográficas da Swiss Re Foundation, com um projeto voltado para a proteção e implementação de um plano de conservação dos mananciais de água, córregos, vegetação nativa e biodiversidade no município de Corguinho, a 100 quilômetros de Campo Grande.

Chamado de projeto do Planalto do Pantanal, a iniciativa receberá US$ 150 mil da fundação suíça para trabalhar com a comunidade local em ações que visam o uso sustentável da terra e a preservação da bacia hidrográfica da região.

Neste sentido, a ONG trabalhará no desenvolvimento de propriedades modelo com pecuária sustentável, na capacitação de produtores rurais e na educação ambiental nas escolas municipais de Corguinho. O diretor da WCS Brasil, Carlos Durigan, acredita que o município, com este projeto piloto servirá de exemplo para expandir a iniciativa para outras cidades da região.

De acordo com a organização não governamental, a área de Corguinho abrange as nascentes e bacias dos rios Negro, Taboco e Aquidauana, fornecedores de grande parte da água que forma o Pantanal sul.

“Estamos ampliando esforços para implementar e disseminar práticas de uso sustentável da terra tanto em propriedades rurais individuais, quanto em escala municipal. O planejamento inclui ainda a capacitações de produtores rurais, funcionários do município e também os estudantes da região”, explica a coordenadora da WCS Brasil Pantanal, Alexine Keuroghlian.

O Instituto Quinta do Sol e a Prefeitura de Corguinho serão os principais articuladores locais na execução do projeto. A ONG conta ainda no trabalho com a parceria da Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Agência Estadual de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), Embrapa Pantanal e Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Rio Claro.


Fonte: G1



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

10/12/2019 às 15:21

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1508 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey