Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 16

Warning: max() [function.max]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 53

Warning: min() [function.min]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 55
CIFlorestas>>Notícia>>PESQUISA - Para salvar o Cerrado

Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


26/08/2010

PESQUISA - Para salvar o Cerrado

A fava d’anta (Dimorphandra mollis Benth) é reconhecida por propriedades medicinais, por agir no fortalecimento de vasos capilares por meio do princípio ativo rutina, mas também pode ser usada para salvar áreas degradadas do Cerrado.

Esse é o foco da pesquisa feita pelo engenheiro agrônomo Manoel Ferreira de Souza, que originou dissertação defendida na quarta-feira, dentro do programa de mestrado em Ciências Agrárias do Instituto de Ciências Agrárias (ICA) da UFMG.

Manoel de Souza optou por fazer um experimento na comunidade de Olhos d’Água, em Montes Claros, no Norte de Minas, onde muitos agricultores familiares buscam uma renda extra no extrativismo da planta. A pesquisa avaliou a sobrevivência e o crescimento da fava d’anta em semeadura direta em área de Cerrado – e não em casas de vegetação, como ocorre com a maior parte dos experimentos do tipo –, adubada com esterco bovino e fosfato natural.

Entre dezembro de 2008 e o mesmo mês do ano passado, foram testados quatro tratamentos: com esterco, com fosfato, com os dois adubos juntos e sem adubação. O crescimento das plantas foi avaliado em termos de altura, diâmetro do colo (base do caule) e quantidade de folhas. Além de comparar os quatro tratamentos entre si, o estudo avaliou o desempenho de cada cultivo em quatro períodos de três meses.

“Apesar de ser uma planta do Cerrado, acostumada com solos pobres, a fava d’anta mostrou um bom desempenho com a adubação”, comenta Manoel de Souza. Os melhores resultados foram obtidos com a associação de esterco e fosfato. Segundo o pesquisador, o objetivo é devolver esses resultados à comunidade e mostrar que a fava d’anta semeada diretamente no campo com adubação é uma boa alternativa para a recuperação de áreas degradadas de cerrado.

A fava d’anta também é popularmente conhecida como favela, faveira, falso-barbatimão, cinzeiro ou farinheiro. Ela tem como fruto um tipo de legume achatado, de cor variando de marrom-escuro a quase negro. Sua planta é uma árvore pequena e mediana de porte tortuoso, que pode atingir entre 8m e 14m de altura. As sementes de fava d’anta são obtidas pela a coleta diretamente das plantas no campo. Além da extração da rutina, extraída das vagens, sua madeira também pode ser usada para tabuado, confecção de caixas, compensados, forros, painéis, brinquedos, lenha e carvão.


Fonte: Estado de Minas



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

17/10/2019 às 17:50

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


3733 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey