Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 16

Warning: max() [function.max]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 53

Warning: min() [function.min]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 55
CIFlorestas>>Notícia>>Preocupante: Paraguai reduz de 9 para 1,5 milhão de hectares de florestas

Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


26/05/2014

Preocupante: Paraguai reduz de 9 para 1,5 milhão de hectares de florestas

O vice-diretor do WWF, Roberto Tróia, denunciou durante uma entrevista à agência espanhola de notícias EFE que o Paraguai reduziu de 9 para 1,5 milhão de hectares as florestas do país entre 1950 e 2004. O motivo da queda está ligada a expansão da produção agrícola para a exportação.

De acordo com WWF, em 2004 o Paraguai alcançou a maior categoria de desmatamento da América e o segundo do mundo, que só conseguiu ser refreada após aprovar a lei conhecida como "Desmatamento Zero", a qual só afeta metade do território local. "Avaliamos o trabalho do Legislativo para continuar com a lei de desmatamento zero que aponta precisamente a tentativa de regular um processo de redução da fronteira agrícola", explicou Tróia.

Outro fator importante para o desmatamento é crescimento da demanda de soja e carne em países como a China. O pedido é tão grande que "é preciso influir no mercado chinês" para conseguir que haja uma produção agrícola que respeite as florestas e os leitos hídricos nos países produtores como Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. "Há sete ou dez comercializadores mundiais que podem exigir ou só comprar soja certificada, ou soja legal. É uma proposta para várias comodities já que pedimos o mesmo para os produtos do mar", comentou Tróia

Na entrevista o vice-presidente fez um apelo e pediu que fossem consolidados corredores ecológicos no Paraguai – já que desde 1999 a cobertura da mata atlântica foi perdendo espaço para outros plantios.

No Paraguai, o uso de pesticidas nos grandes latifúndios dedicados à soja provocou os protestos de camponeses porque dizem que seus animais e cultivos de subsistência são afetados. Os camponeses exigem do governo que controle o uso dos agroquímicos por parte dos grandes fazendeiros para que cumpram a lei, enquanto estes asseguram respeitá-la.


Fonte: Remade



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

17/10/2019 às 23:51

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1269 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey