Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


20/02/2013

Produção de borracha gera 60% de retorno financeiro

Espírito Santo produziu 11.500 toneladas da borracha, que custa cerca de R$3,00 o quilo.

O mercado de borracha natural no Espírito Santo está em alta. No ano passado, foram produzidas cerca de 11.500 toneladas do produto no Estado, gerando 60% de lucro ao produtor sobre a venda do produto, que custa, em média, R$3,00 o quilo.

“O período de maior produção é entre abril e agosto, pois o clima é mais ameno e a seringueira reage melhor”, destaca o representante da CNA na Câmara Setorial da Borracha no Ministério da Agricultura e também presidente do Sindicato Rural de Iconha, José Manoel Monteiro de Castro.

No Espírito Santo, são plantadas 500 seringueiras por hectare. Para este ano, a expectativa é que haja um aumento de 10% na produção comparada a 2012. Embora o mercado apresente todos os quesitos para que o Estado e o país se destaquem como produtores de borracha, a produção ainda é insuficiente para atender à demanda do mercado.

“O Brasil se mantém como importador da borracha natural. Nem se plantássemos em todo o Estado conseguiríamos atender às necessidades do mercado,” afirma Castro.

Borracha

A borracha é produzida a partir do látex, presente na seringueira. Em média 90% da produção mundial da borracha vem da seringueira, conhecida também como Hevea brasiliensis. A borracha devido sua característica de elasticidade, flexibilidade, resistência à abrasão e à corrosão e impermeabilidade serve como matéria-prima para pneus, entre outros diversos produtos.


Fonte: IÁ COMUNICAÇÃO



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

23/06/2017 às 02:22

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

Uma meta, sem um plano para chegar lá, nada mais é do que um simples desejo.
Antoine de Saint-Exupery

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

1672 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey