Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


30/04/2015

Reunião pública discute o projeto de lei para exploração de área de cerrado

Objetivo é preservar espécies importantes da biodiversidade.

Audiência pública em Itirapina discute uso de área de cerrado por 30 anos (Foto: EPTV).

Uma reunião pública em Itirapina (SP), realizada nesta semana, discutiu um projeto de lei que permite a exploração de uma área de cerrado pela iniciativa privada. A área da Estação Experimental tem mais de 2 mil hectares e pode ser concedida por 30 anos. O Ministério Público é contra e um biólogo aponta riscos para a fauna e a flora do local.

Em 2013, o MP instaurou inquérito civil para apurar a intenção do governo em privatizar o local. “As verbas arrecadadas com a extração de madeira da estação e, também de resina e outros subprodutos de folhas e sementes, vão para a Fundação Florestal. A Fundação Florestal acaba repassando apenas 40% dessa verba para o Instituto Florestal, que é o órgão gestor, e essa verba ainda acaba sendo diluída por todas as unidades de conservação do estado inteiro”, afirmou o promotor de Justiça Ivan Carneiro Castanheiro.

Durante a audiência pública, os argumentos foram usados para conseguir o apoio de políticos e da população. “É um lugar maravilhoso que Itirapina tem, é um cartão postal da cidade”, disse o arquiteto Sandro Pimenta. Ele disse que quer acompanhar a situação para ver qual será a solução para o problema.

Danos

A área possui espécies importantes da biodiversidade que estão preservadas, que podem sofre danos irreversíveis se o manejo não for feito da melhor maneira possível, segundo o biólogo Fábio Matheus. “Você compromete fauna e flora e pode comprometer futuramente a área de recarga que existe do Aquífero Guarani. Nós ecologistas, nós biólogos e defensores da área verde, temos a obrigação de brigar por essa área. É uma riqueza pertencente a toda a população que pode ser destruída”, explicou Matheus.

O projeto de lei tramita na Assembleia Legislativa. A Secretaria Estadual do Meio Ambiente informou que acompanha o resultado, assim como a consequência da reunião de terça em Itirapina.


Fonte: G1



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

03/03/2021 às 15:46

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1244 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey