Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 16

Warning: max() [function.max]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 53

Warning: min() [function.min]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 55
CIFlorestas>>Avanço e Pesquisa>>Sal Marinho Possui Pistas Sobre Aquecimento Global, Afirma Estudo

Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


12/05/2009

Sal Marinho Possui Pistas Sobre Aquecimento Global, Afirma Estudo

Uma nova pesquisa divulgada no Reino Unido sugere que a quantidade de sal na água do mar está variando em resposta direta às mudanças climáticas causadas pelo homem. O pesquisador Peter Scott, chefe de monitoração climática do MetOffice em Exeter, Inglaterra, chegou a essa conclusão depois de analisar dados dos últimos 50 anos do Oceano Atlântico.

Satélite que será lançado para estudar fenômenos oceânicos

Uma nova pesquisa divulgada no Reino Unido sugere que a quantidade de sal na água do mar está variando em resposta direta às mudanças climáticas causadas pelo homem. O pesquisador Peter Scott, chefe de monitoração climática do MetOffice em Exeter, Inglaterra, chegou a essa conclusão depois de analisar dados dos últimos 50 anos do Oceano Atlântico.

Comparando esses dados com modelos climáticos de outros pesquisadores, Scott percebeu que partes do Atlântico Norte estão mais ‘salgadas’ como conseqüência da ação humana no clima.

Nesse último meio século, a região subtropical do Atlântico estaria ficando gradualmente mais salgada, menos de 1% em termos reais, mas com um efeito nada insignificante. “Pode soar como uma pequena mudança, mas de uma maneira geral a salinidade era relativamente constante. Essa subida é bastante preocupante e pode significar a alteração do ciclo de chuvas do planeta”, revela Scott.

O pesquisador sugere que com o aquecimento global, as altas temperaturas aumentam a evaporação das zonas subtropicais e como conseqüência dos ventos há mais chuva nas regiões tropicais. Em reflexo, nas regiões mais próximas dos pólos, há falta de chuva e um dos efeitos disso é um oceano mais salgado.

O nível de salinidade é ainda importante porque, junto com a temperatura, ele afeta diretamente a densidade da água, influenciando assim a circulação de correntes marinhas. Além disso, a salinidade está intimamente ligada com todo o ciclo  da água no planeta, já que afeta quanta água evapora dos oceanos.


Fonte: Carbono Brasil. Por Fabiano Ávila



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

26/09/2018 às 00:32

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1907 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey