Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


24/11/2011

Setor madeireiro de Ribas do Rio Pardo quer parcerias comerciais com Três Lagoas

Em reunião com empresas consumidoras, serão apresentadas propostas do APL de Madeira e Derivados

 Na próxima terça-feira (29/11) os integrantes e parceiros do projeto de consolidação do APL (Arranjo Produtivo Local) de Madeira e Derivados de Ribas do Rio Pardo estarão reunidos com representantes do setor produtivo industrial de Três Lagoas. O objetivo é apresentar o projeto e os produtos de Ribas do Rio Pardo, e oferecer às empresas do município vizinho boas oportunidades de negócios. A Prefeitura de Três Lagoas também confirmou presença na reunião.

Na pauta, estão itens como os negócios à base de produtos com base na madeira (Paletes, madeira desdobrada, energia, etc) e potenciais parcerias e oportunidades que podem ser geradas pelo APL, entre as empresas fornecedoras de madeira de Ribas do Rio Pardo e empresas consumidoras de produtos com base na madeira de Três Lagoas. 
 
A iniciativa foi proposta para abrir um canal de negociação entre as empresas dos dois municípios, permitindo a análise de viabilidade de redução de custos e qualidade e agilidade no fornecimento de madeira sólida para as empresas que necessitam deste material nas indústrias em diferentes formatos. O projeto está sendo executado pela Meneguzzo Consultoria Ltda.
 
A reunião será dia 29 de novembro, das 8h30 às 13h, no Auditório Industrial da Fibria, em Três Lagoas. São parceiros/apoiadores do APL a Prefeitura Municipal de Ribas do Rio Pardo, a Fibria, Instituto Votorantim, Reflore/MS, Meneguzzo Consultoria, empresas de beneficiamento de madeira e assentamentos rurais do Município de Ribas do Rio Pardo.
 
A Painel Florestal também é parceira do projeto, numa iniciativa pioneira de participação de uma empresa de comunicação na consolidação de um cluster de desenvolvimento baseado em florestas sustentáveis.
 


Fonte: portaldoagronegocio.com.br



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (1)


Gilson de Souza Cazaes disse:

09/02/2012 às 11:30

Fiquei muito interessado pelo assunto, pois possuo uma área em processo de regularização para manejo florestal no Amazonas e tenho muito desejo de negociar com compradores nacionais, pricipalmente do estado de Minas Gerai - o meu estado de nascimento, pelos excelentes preços da madeira beneficiada nesse importante estado da nossa federação.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1840 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey