Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 16

Warning: max() [function.max]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 53

Warning: min() [function.min]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 55
CIFlorestas>>Notícia>>Técnicos do IAP participam de curso sobre produção de mudas para restauração ambiental

Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


29/04/2014

Técnicos do IAP participam de curso sobre produção de mudas para restauração ambiental

Foto: Luciane C. Jaques
Nos dias 02 e 03/04, viveiristas e técnicos do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) participaram de um curso sobre produção de mudas de espécies florestais nativas, promovido pela Embrapa Florestas (Colombo/PR). Cerca de 40 pessoas, de todo o estado do Paraná, estiveram presentes, contemplando representantes de todos os 20 viveiros do órgão estadual.
 
Os viveiros do IAP produzem atualmente quatro milhões de mudas nativas ao ano e, em alguns anos, chegam a produzir oito milhões. Com a regulamentação do CAR, um dos dispositivos do Código Florestal, a demanda deve passar para 10 milhões de mudas de espécies nativas por ano. “A adequação ambiental das propriedades rurais é uma demanda bastante forte atualmente e quem lida com este assunto precisa estar atento às principais técnicas e metodologias de restauração ambiental”, afirma o coordenador técnico do curso, Emiliano Santarosa, da Embrapa Florestas. “A produção de mudas de qualidade é um item fundamental para o sucesso dos plantios de recuperação ambiental”, completa.
 
O curso funcionou como uma reciclagem para os participantes. “Queremos aperfeiçoar a produção de mudas nativas e identificar as novidades tecnológicas”, explicou Mariese Cargnin Muchalin, Diretora de Restauração e Monitoramento da Biodiversidade do IAP. Para isso, o evento contou com teoria e prática. As palestras abordaram desde temas como seleção de matrizes para coleta de sementes, coleta e beneficiamento das mesmas, quebra de dormência, planejamento de viveiros e produção de mudas por via sexuada, até principais pragas e doenças em mudas. As técnicas de propagação tiveram destaque tanto na parte teórica quanto na prática, que foi realizada nas casas de vegetação da Embrapa Florestas e no viveiro do IAP. Os participantes puderam aprofundar conhecimentos sobre propagação sexuada, que é quando a muda é produzida a partir de sementes, e também propagação vegetativa, quando são utilizadas partes de plantas para produção de mudas. Entre estaquia, miniestaquia, microestaquia, mergulhia e enxertia, foi a última que chamou mais a atenção. “Pude sanar muitas dúvidas sobre enxertia, os conhecimentos foram encaixando com o que fazemos na prática”, afirmou o viveirista Dirlei Fragoso.
 
“Pretendemos melhorar o processo de coleta de sementes, além de aumentar a diversidade local e a qualidade das mudas, para que tenham melhor pegamento em campo”, explica a chefe do Departamento de Produção de Mudas Nativas do IAP, Maria Cecília de Oliveira Bastos.
 
“Este primeiro curso superou as expectativas”, comentou Mariese Muchalin. “Queremos, agora, avançar também em técnicas e modelos de restauração florestal, que deve ser o tema do próximo curso desta parceria com a Embrapa Florestas”, completou.
 
Segundo Emiliano Santarosa, “a troca de experiências entre as instituições é fundamental. Da parte do IAP, ficam atentos às novidades tecnológicas para adoção em seu dia a dia e, para a Embrapa, também é uma forma de identificarmos demandas”. O curso faz parte do projeto “Florestas na propriedade rural: modelo de estratégias para transferência de tecnologia florestal”.
 
Texto:
Katia Pichelli (Jornalista – MTb 3594/PR)
Embrapa Florestas
(41) 3675-5638


Fonte: Embrapa Florestas



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

17/10/2019 às 17:50

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1253 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey