Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


04/05/2015

UFV debate produção sustentável de bioquerosene com governo de Minas Gerais

Foto: Leonardo Horta
A UFV marcou presença no workshopAlinhamento da Plataforma de Bioquerosene, realizado nos dias 28 e 29 de abril, na Cidade Administrativa Tancredo Neves, em Belo Horizonte. No evento, foi discutido o desenvolvimento sustentável na produção de bioquerosene para o setor da aviação, o que inclui o uso da macaúba.
 
Durante a abertura do workshop, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Altamir Rôso, falou sobre a importância da iniciativa para Minas Gerais. Segundo ele, o projeto de desenvolvimento da cadeia do bioquerosene é estratégico não só economicamente, mas também socialmente e ligado à sustentabilidade, que “irá mudar a realidade do uso do combustível na aviação do país”.
 
A reitora da UFV, Nilda de Fátima Ferreira Soares, parabenizou o estado por reunir os agentes ligados ao setor em uma “força tarefa integrada e empenhada para tornar Minas Gerais referência em pesquisas e desenvolvimento da cadeia da macaúba”. Ela também destacou que a UFV tem avançado na geração de energia sustentável, a partir das pesquisas com macaúba e “conduzindo os trabalhos de forma brilhante”, sob a coordenação do professor Sérgio Motoike, a quem agradeceu em nome de toda equipe da Universidade envolvida nas pesquisas com a planta.
 
Durante o evento, o professor Sérgio Motoike - que coordena a equipe de pesquisadores da macaúba no Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia da UFV - apresentou as vantagens de se investir na planta para a plataforma de bioquerosene. No entanto, ressaltou sua preocupação quanto à falta de investimentos em plantio. Ele lembrou que é preciso investir na agricultura, consolidar a cadeira produtiva para avançar na construção de fábricas. “Gostaria de convocar todos a olhar para a agricultura: plantar, colher e dar sustentabilidade à cadeia da macaúba”. O pesquisador disse ainda que o Brasil tem 30 milhões de pastagens degradadas e que a macaúba é extremamente eficiente nessa recuperação.
 
Estiveram presentes também na abertura do evento o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), João Cruz Reis Filho; o diretor presidente da Clamper, Ailton Ricaldoni Lobo; o consultor externo do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Mike Lu; o prefeito de Dores do Indaiá, Ronaldo Antônio da Costa; o engenheiro de desenvolvimento de produtos da Embraer, Marcelo Gonçalves, e o coordenador de pesquisa para biocombustíveis de aviação da Boeing, Onofre Andrade.
 
Após a abertura, foram realizadas palestras com o comandante e diretor de Bioquerosene da Ubrabio/Gol, Pedro Scorza, e o representante da Embraer, Marcelo Gonçalves, além de organizados grupos de trabalho com foco nos temas pesquisa, desenvolvimento e inovação, aspectos ambientais e tecnologia da informação e comunicação.
 
Projeto
Desenvolvido em 2014, com o lançamento da Plataforma Mineira de Bioquerosene, o projeto reúne órgãos do governo estadual, universidades, centros de pesquisas, empresas e stakeholdersnacionais e internacionais. A ideia é que Minas Gerais desenvolva uma cadeia integrada para a produção de bioquerosene de aviação e demais produtos renováveis. A macaúba é a principal matéria-prima analisada para a produção do biocombustível.
 
A estruturação da cadeia de valor do bioquerosene para a aviação irá colaborar para que Minas Gerais se consolide como o maior centro de pesquisa da macaúba no Brasil, bem como para que o país reduza a emissão de poluentes provenientes da aviação.
 
Para mais informações sobre as pesquisas desenvolvidas com a macaúba na UFV para a produção de bioquerosene, clique aqui.


Fonte: Coordenadoria de Comunicação ? Ascom SEDE MG



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

10/12/2019 às 15:39

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1407 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey